Copa do Mundo salvou pelo menos televisores e bebidas

iG Minas Gerais |

Rio de Janeiro. A Copa do Mundo salvou pelo menos dois segmentos das perdas generalizadas verificadas pela indústria nos últimos meses. A expectativa pelo Mundial aumentou a fabricação de televisões e bebidas, num momento em que a produção industrial nacional amarga uma retração de 5,8% em abril, em relação ao mesmo período do ano anterior. Os dados são do IBGE.

Os eletrodomésticos da linha marrom, que incluem os aparelhos de televisão, registraram aumento de 20,9% na produção em abril, em relação ao mesmo mês de 2013. Foi o único destaque positivo na categoria de bens duráveis, que teve recuo de 12% no mesmo período.

“Aqui, nitidamente a alta da linha marrom é puxada pela produção de TVs. O fator Copa do Mundo é preponderante para explicar essa expansão. Não tem como dissociar uma coisa da outra”, afirmou André Macedo, gerente da Coordenação de Indústria do IBGE.

No caso de bens de consumo semi e não duráveis, que tiveram retração de 3,9% em abril ante abril do ano passado, a fabricação de bebidas subiu 2,5%. Inclui cerveja, chope e refrigerantes.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave