Capitão na seleção, guerreiro na vida

iG Minas Gerais |

Casa nova. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) inaugurou ontem sua nova sede, na Barra da Tijuca. O novo prédio abriga ainda o Museu da CBF, com acervo do futebol brasileiro, que, mais à frente, deverá ser aberto ao público como ponto turístico do Rio de Janeiro
Ricardo Stuckert / CBF
Casa nova. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) inaugurou ontem sua nova sede, na Barra da Tijuca. O novo prédio abriga ainda o Museu da CBF, com acervo do futebol brasileiro, que, mais à frente, deverá ser aberto ao público como ponto turístico do Rio de Janeiro

O capitão Thiago Silva é daqueles que põem moral por onde passam e, às vezes, tem que se segurar para não exagerar na dose. Ontem ele revelou que quase perdeu a paciência com um torcedor que, de certa forma, tinha a razão, depois de uma entrada dura do zagueiro em Neymar, a estrela do time.Teresópolis (RJ).

No coletivo antes do jogo contra o Panamá, Thiago Silva chegou junto no camisa 10. “Calma, Thiago!”, ouviu o zagueiro de um dos torcedores que acompanhavam o treino perto da grade do campo.

“Eu ia responder, mas fiquei tranquilo. Eu ia pedir para ficar quieto. Não temos o costume de treino com torcida, acaba que atrapalha o treino”, explicou.

Poupado do último jogo por causa de uma fadiga muscular, o zagueiro passou dois dias em Teresópolis – longe do grupo que estava em Goiânia – fazendo um trabalho especial. Ele se dizia cansado, por causa da temporada desgastante que teve no PSG, mas, agora, está bem mais disposto. “Nossa melhora já é visível”, conta Thiago, se referindo ainda aos volantes Paulinho e Fernandinho, que também ficaram em tratamento na Granja Comary.

Mas capitão que é capitão dá bronca até na TV. Ele assistiu ao jogo do Brasil contra o Panamá da sala de reunião e fez suas observações. “O que precisa ser corrigido é ter o grupo compacto, principalmente neste momento em que a preparação não está no auge. Mas, se o time estiver organizado, consegue desenvolver o melhor futebol”, pondera o defensor.

Ao lado de David Luiz, Fred e Julio Cesar, Thiago Silva é um dos líderes do grupo. Mas a honra de levantar uma possível taça conquistada será dele, o capitão. É claro que, a todo momento, é difícil se segurar de sonhos acordados. O jogador até já conversou sobre o assunto com Cafu, o capitão do penta. “Ele me passou tranquilidade. Disse que a pressão é grande, mas tem que estar tranquilo”, contou.

Thiago é um cara que carrega a palavra “superação” no sobrenome. Quando jogava na Rússia, passou seis meses internado por causa de uma tuberculose. “Olho para trás e vejo o quanto fui guerreiro. Hoje já sou um campeão, e essa Copa vai abrilhantar ainda mais a minha carreira”, destaca o capitão da seleção.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave