Mapa intensifica fiscalização durante a Copa do Mundo

Produtos com entrada proibida no país serão apreendidos e devolvidos ao exterior ou destruídos, conforme a situação

iG Minas Gerais | Da redação |

 O Aeroporto de Confins, na região metropolitana de Belo Horizonte, é um dos locais que irão receber reforço na fiscalização
Divulgação
O Aeroporto de Confins, na região metropolitana de Belo Horizonte, é um dos locais que irão receber reforço na fiscalização
A fiscalização do trânsito internacional de passageiros durante a Copa do Mundo será intensificada pela Vigilância Agropecuária Internacional (Vigiagro) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), visando evitar a entrada de doenças e pragas no país. Além disso, a medida busca garantir a qualidade e inocuidade dos produtos brasileiros exportados e importados.   Com o objetivo de estabelecer os procedimentos para a importação de produtos de origem animal e vegetal, de procedência estrangeira para utilização ou consumo durante a Copa, o Ministério publicou uma instrução normativa. “Os produtos com entrada proibida no país serão apreendidos e devolvidos ao exterior ou destruídos, conforme a situação”, afirma o coordenador geral do Vigiagro, Marcos Valadão.   Ainda segundo Valadão, a fiscalização contará com o apoio de mais de 90 servidores do Mapa, além de fiscais federais agropecuários e agentes de atividade agropecuária e administrativos, lotados nas Superintendências Federais de Agricultura (SFA).   O apoio terá início com cinco dias de antecedência ao evento e será realizado até o dia 13 de julho em 12 cidades brasileiras onde acontecerão os jogos. Os aeroportos de São Paulo e Rio de Janeiro receberão a maior equipe do Ministério, que vai atuar em período integral para agilizar a liberação dos passageiros internacionais.   Além do remanejamento de servidores, o Mapa vai ter lugar na sala de comando e controle, onde estarão reunidas todas as autoridades aeroportuárias com o objetivo de rápida resposta a eventuais entraves na liberação de cargas importadas e de passageiros.   A norma e as demais legislações específicas para a Copa do Mundo de 2014 estão disponibilizadas no portal www.agricultura.gov.br.