Ato do MTST contra gastos na Copa reúne 4 mil pessoas em SP

Sem-teto reivindicam, também, a construção de moradias e a destinação de imóveis desocupados para habitação popular

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) participam de protesto, na capital paulista, contra os gastos com a realização da Copa do Mundo no Brasil. Cerca de 4 mil pessoas, segundo estimativa da Polícia Militar, deixaram a Avenida Radial Leste e seguem em passeata até a Arena Corinthians, o Itaquerão, onde ocorrerá a abertura do Mundial, no dia 12 de junho.

Para os manifestantes, o Poder Público deveria ter priorizado gastos em habitação. Os sem-teto reivindicam a construção de moradias e a destinação de imóveis desocupados para habitação popular. De acordo com o coordenador do MTST, Guilherme Boulos, a intenção é mostrar que o movimento está disposto a continuar com todas as mobilizações contra a Copa, caso não haja resposta concreta às reivindicações.

“Nós queremos mostrar para quem desacreditava, para os governos, que a gente sabe o caminho, se as nossas reivindicações permanecerem na geladeira, no dia do jogo vai ter muita gente sem ingresso querendo entrar também [nos estádios].”

Boulos ressaltou ainda que o movimento está disposto a fazer atos públicos durante a Copa, mesmo que haja repressão policial. “Não adianta colocar na televisão que vai ter Exército, que vai ter polícia na rua, porque polícia e Exército não são nada para o povo organizado.”

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave