Com disputa acirrada, Fernandinho espera oportunidade contra a Sérvia

Volante da seleção brasileira reconheceu desgaste físico, mas está ciente de que possui qualidade para brigar por uma vaga no time titular

iG Minas Gerais | JOSIAS PEREIRA E THIAGO NOGUEIRA |

Fernandinho está de olho em uma vaga entre os titulares de Felipão
DOUGLAS MAGNO/O TEMPO
Fernandinho está de olho em uma vaga entre os titulares de Felipão

Teresópolis (RJ). O volante Fernandinho foi um dos jogadores poupados pelo técnico Luiz Felipe Scolari do amistoso frente ao Panamá, disputado nessa última terça-feira, em Goiânia. Treinando à parte na Granja Comary, em Teresópolis, o meia do Manchester City destacou a importância do trabalho individualizado para retomar a forma física, comprometida após uma desgastante temporada europeia.

"Eu acho que foi mais produtivo (permanecer na Granja). Viemos de temporada desgastante e chegamos aqui com certa fadiga muscular. Nosso teste mostrou isso. O tempo que ficamos aqui nos ajudou a melhorar a forma. No dia a dia, estamos trabalhando visando estar à disposição do treinador independentemente de ser no último amistoso ou não", declarou.

As boas atuações de Fernandinho no futebol inglês definiram sua convocação para a Copa na reta final. Ciente de que precisa mostrar seu potencial para Felipão, o volante aguarda por uma chance durante o amistoso com a Sérvia, nesta sexta-feira, às 16h, no Morumbi. A concorrência por uma vaga no meio-campo da seleção é bastante intensa., ainda mais com a presença de atletas como Ramires e Hernanes no banco de reservas. 

"Fui um dos últimos a ser confirmados para a Copa após o amistoso na África, e continuei trabalhando na Inglaterra. Tive esse imprevisto de permanecer na Granja. O importante é estar trabalhando. Espero participar do amistoso em são Paulo. O que fiz foi visando chegar bem na sexta", disse.

"A disputa está sendo boa. Todo mundo respeitando cada jogador, respeitando seu espaço a cada treinamento. É bom para o treinador ter uma dor de cabeça. Isso eleva o nível da equipe, base boa e padrão de jogo definido. Quanto mais opções, melhor", concluiu Fernandinho.