Nadal bate Ferrer de virada e pegará Murray em Paris

Rafael Nadal levou um susto, mas venceu David Ferrer por 3 sets a 1, de virada, com parciais de 4/6, 6/4, 6/0 e 6/1, nesta quarta-feira, e garantiu vaga na semifinal de Roland Garros

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

O tenista espanhol seguiu na luta pelo seu nono título do Grand Slam francês
Roland Garros Oficial/reprodução
O tenista espanhol seguiu na luta pelo seu nono título do Grand Slam francês

Com a nova vitória no torneio em que segue reinando, o líder do ranking mundial terá pela frente agora na luta por uma vaga na decisão o britânico Andy Murray, que nesta quarta superou o francês Gael Monfils por 3 sets a 2, com parciais de 6/4, 6/1, 4/6, 1/6 e 6/0.

Maior vencedor da história de Roland Garros, Nadal agora acumula incríveis 64 triunfos em Paris, onde reeditou diante de Ferrer a decisão do ano passado, quando ganhou por 3 sets a 0 para se consagrar octocampeão.

Essa foi, por sinal, a 22ª vitória em 28 confrontos diante de Ferrer, que chegou confiante em quadra nesta quarta depois de ter derrotado o compatriota no duelo anterior entre os dois, realizado neste ano no Masters 1000 de Montecarlo, também em piso de saibro.

E Ferrer começou com tudo o jogo desta quarta. Logo conquistou uma quebra de saque, mas viu Nadal devolvê-la. Em seguida, porém o atual quinto colocado do ranking da ATP converteu mais um break point e assegurou a vantagem inicial de 6/4.

Nadal, entretanto, não se abalou e começou a reagir no segundo set. Ele aproveitou a única chance de quebra que teve na parcial salvou três break points e devolveu o 6/4 para empatar o duelo. E, partir dali, começou a atuar de forma arrasadora.

Sem ter o serviço ameaçado por nenhuma vez no terceiro set, converteu os três break points cedidos pelo seu compatriota para aplicar um "pneu" (6/0). Na parcial seguinte, Ferrer chegou a obter uma quebra, mas viu seu velho adversário converter quatro de seis break points para aplicar o 6/1 que liquidou o jogo.

MURRAY SOFRE, MAS PASSA - Se Nadal ganhou de virada, Murray precisou suar muito para confirmar seu favoritismo diante de Monfils. Sétimo cabeça de chave, o britânico abriu 2 sets a 0, mas viu o tenista da casa reagir e empatar o jogo, antes de ser arrasado pelo escocês na quinta e derradeira parcial.

Assim, Murray avançou pela segunda vez na carreira à semifinal de Roland Garros, depois de ter caído justamente diante de Nadal no jogo que valeu vaga na decisão em 2011. No fim, o britânico triunfou após aproveitar sete de 18 chances de quebrar o saque do francês, que converteu apenas quatro de 13 break points.  

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave