Por aprovação da 'Lei da Palmada', Xuxa vai ao Senado

Na chegada ao gabinete de Calheiros, a apresentadora afirmou que a lei não é para dificultar nada, mas para impedir o uso da violência contra menores de idade

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

A apresentadora Xuxa Meneghel realizou uma visita ao Senado na tarde desta quarta-feira (4), para defender a aprovação da chamada "Lei da Palmada", proposta que busca coibir a violência contra as crianças. A proposta foi aprovada no início da tarde pela Comissão de Direitos Humanos do Senado após apelo pessoal do presidente da Casa, Renan Calheiros (PMDB-AL).

Na chegada ao gabinete de Calheiros, Xuxa afirmou que a lei não é para dificultar nada, mas para impedir o uso da violência contra menores de idade. A apresentadora disse que muitas pessoas perguntam se quem der palmada em uma criança irá para a prisão, com a lei. "Não, de maneira nenhuma. É só para mostrar que as pessoas podem ensinar a criança sem usar a violência. É só isso que a gente está pedindo e isso que a lei faz", declarou. Xuxa disse que quer que as crianças sejam tratadas com os mesmos direitos dos adultos.

Após dois anos de tramitação na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados, foi aprovado em 22 de maio na Câmara o projeto de lei que altera o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e proíbe a aplicação de castigos físicos a crianças e adolescentes. Chamado até então de Lei da Palmada, o projeto seguiu para o Senado com o nome de "Lei Menino Bernardo" em homenagem ao garoto Bernardo Boldrini, assassinado no Rio Grande do Sul. A aprovação na Câmara só foi possível após acordo com a bancada evangélica - que vinha obstruindo a votação do projeto nos últimos anos.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave