Jornalistas têm serviços de lavagem de roupa suja e corte de cabelo

Depois de uma semana acompanhando a seleção, serviços essenciais começam a ser procurados em Teresóplos

iG Minas Gerais | THIAGO NOGUEIRA |

São quatro máquinas de lavar para atender os jornalistas
douglas magno
São quatro máquinas de lavar para atender os jornalistas

Teresópolis(RJ). Como tem jornalista acompanhando a seleção brasileira há mais de uma semana, a CBF, através de seus patrocinadores, disponibilizaram alguns serviços gratuitos no espaço de convivência do centro de imprensa. Quem tiver roupas sujas para lavar, basta entregar no estande e, dentro de duas ou três horas, já pode pegá-la limpinhas.

O serviço tem sido muito procurado, pelo menos, dez mudas de roupa por dia. São quatro máquinas para fazer a lavagem e a secagem. Quem precisa dar um trato no cabelo, também há um estande para o serviço. Às vezes, tem até fila.

O espaço de convivência também conta com cafezinhos, chás, sucos e achocolatado. Duas TVs, sintonizadas em canais diferentes, também auxiliam os repórteres. Só não há escaninhos para guardar volumes.

Depois de dois dias com a seleção em Goiânia, o centro de imprensa voltou a ficar cheio nesta quarta-feira e a briga por espaço nas estações de trabalho tem sido grandes.