Löw diz que título consagraria veteranos da Alemanha

Treinador destaca história de alguns nomes do elenco germânico, como Schweinsteiger, Lahm e Podolski

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Associated Press
undefined

O técnico alemão Joachim Löw acredita que o título da Copa do Mundo no Brasil seria a consagração de Schweinsteiger, Lahm, Podolski - que vão jogar o Mundial pela terceira vez - e principalmente Klose. O centroavante é o único remanescente do vice-campeonato de 2002 e pode bater o recorde de 15 gols de Ronaldo como maior artilheiro da competição, caso marque duas vezes nesta edição do torneio.

"Eles jogaram mais de 100 vezes pela seleção alemã e fizeram muitas coisas positivas pelo futebol do país. Schweinsteiger e Lahm já venceram a Liga dos Campeões da Europa e vários títulos nacionais. Klose vai para a sua quarta Copa, o que é para poucos Todos eles tiveram até agora grandes carreiras, mas ganhar o Mundial seria a cereja do bolo", analisou Löw nesta quarta-feira, em entrevista à agência de notícias SID.

O técnico espera, ao menos, repetir com sua seleção o bom futebol de quatro anos atrás, quando foi semifinalista do torneio pela segunda vez seguida. "Em 2010, nós não nos tornamos campeões, mas a forma com que o time desempenhou inspirou muitas pessoas na Alemanha. Tenho na memória as imagens de explosão de alegria no país após as vitórias sobre Inglaterra e Argentina. Se nós tivermos sucesso em dar esse retorno positivo dessa distância, então vamos procurar fazer isso", afirmou.

O técnico não prefere apostar em nenhum jogador de seu time especificamente para brilhar na competição. "Não há apenas um. Posso imaginar muitos deles desempenhando um papel de destaque. Primeiramente, é claro, você sempre pensa em jogadores ofensivos, mas também pode ser um atleta da defesa", disse Löw, que estreia na Copa à frente da Alemanha em 16 de junho, contra Portugal, em Salvador.