'Fisgado' em anúncio, cambista argentino é preso no Rio

Na zona sul do Rio, sul-americano cobrava R$ 1300 para jogo da Argentina e R$ 1200 para Chile x Espanha

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Policiais da Delegacia Especial de Apoio ao Turismo (DEAT) do Rio prenderam, na noite desta terça-feira, um argentino que vendia ingressos para a Copa do Mundo. De acordo com nota divulgada pela Polícia Civil, os agentes chegaram ao acusado por meio de anúncio de venda na internet por valores bem acima dos estabelecidos pela Fifa.

O argentino foi localizado na Avenida Nossa Senhora de Copacabana, na zona sul do Rio, perto do posto 6. Ele cobrava R$ 1.300 por tíquete para o jogo entre Argentina e Bósnia, e R$ 1 200 para a partida entre Chile e Espanha. Foi autuado sob acusação do crime de cambismo, previsto no artigo 41F do Estatuto do Torcedor (Lei 10.671/2003).

Na manhã desta quarta-feira, assim que funcionários da Fifa anunciaram que os ingressos para jogos da Copa estavam esgotados, dois cambistas passaram a oferecer bilhetes para torcedores estrangeiros na fila formada em frente à sede do Botafogo, na zona sul. Eles cobravam R$ 900 por ingressos para as partidas Chile x Equador e Argentina x Bósnia, marcadas para ocorrer no Maracanã. Mesmo com duas viaturas da polícia militar próximas à fila, os dois homens não se intimidaram, mas ofereceram os bilhetes de forma de discreta.

Leia tudo sobre: cambistaprisãoingressosjogosargentinacrimepolícia civilfifa