Fifa invalida vitória belga por excesso de substituições

Técnico Marc Wilmots fez sete alterações durante amistoso contra Luxemburgo, quando limite era de apenas seis

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Marc Wilmots não quer dar espaços para adversários chegarem ao gol
Uefa/Reprodução
Marc Wilmots não quer dar espaços para adversários chegarem ao gol

A Fifa não vai considerar a validade da vitória da Bélgica por 5 a 1 sobre Luxemburgo para seu ranking de seleções, que será atualizado de novo nesta sexta-feira. A entidade permite a realização de seis substituições em amistosos internacionais, mas o técnico belga Marc Wilmots trocou sete jogadores, portanto a partida, disputada no último dia 26 de maio, não ganhou caráter oficial.

Os gols belgas de Chadli, De Bruyne e Lukalu (que marcou três vezes) e o gol luxemburguês de Joachim não têm registro, bem como a estreia de Sammy Bossut pela Bélgica - na prática, para a Fifa, o goleiro nunca defendeu sua seleção. Depois de Luxemburgo, os belgas venceram a Suécia por 2 a 0 no último domingo, em Estocolmo, e vão fazer último amistoso preparatório antes do Mundial contra a Tunísia, neste sábado, em Bruxelas.

Atualmente, a Bélgica está em 12° lugar no ranking, enquanto Luxemburgo está no 112° posto. A Fifa definiu que os sete melhores colocados na listagem do mês de outubro de 2013 seriam os cabeças de chave da Copa do Mundo, medida que beneficiou justamente a seleção belga, que àquela altura estava na quinta posição.

A equipe foi sorteada no Grupo H da Copa e estreia no torneio contra a Argélia no dia 17, no Mineirão, em Belo Horizonte. Em seguida, joga cinco dias depois contra a Rússia no Maracanã, no Rio, e termina participação na primeira fase contra a Coreia do Sul, no Itaquerão, em São Paulo.