Quarta-feira tem “ensaio” para nove classificados

iG Minas Gerais |

Estrela. Messi vai atrair as atenções na partida amistosa desta quarta-feira entre Argentina e Trinidad e Tobago
Saurabh Das/ap photo – 6.9.2013
Estrela. Messi vai atrair as atenções na partida amistosa desta quarta-feira entre Argentina e Trinidad e Tobago

São Paulo. O dia hoje será agitado, com oito jogos amistosos que envolvem nove seleções que disputarão a Copa do Mundo no Brasil, sendo quatro delas campeãs do mundo.  

Pelo horário de Brasília, às 15h30, duas partidas abrem a quarta-feira “gorda”. Em Amsterdã, a Holanda recebe o País de Gales, que, apesar de não estar na Copa, não pode ser considerada uma seleção fraca, pois faz parte do Reino Unido, onde o futebol foi inventado.

Já a Argélia, que, assim como a Holanda, está classificada para o Mundial, pega a Romênia, em Genebra, na Suíça, em um bom teste, mesmo com os romenos fora da disputa.

A primeira seleção que já ganhou a Copa a entrar em campo nesta quarta-feira será a Itália. Às 15h45, os tetracampeões recebem, em Perugia, Luxemburgo, sem tradição alguma. O jogo tem uma nuance emocional a ser superada pelos italianos. É o primeiro amistoso após a partida do último sábado, contra a Irlanda, também amistosa, quando o meia Montolivo fraturou a perna esquerda e acabou cortado do Mundial.

Um pouco mais tarde, às 16h, está marcado o único duelo com duas seleções que garantiram vaga na Copa. Em Miami, nos Estados Unidos, Equador e Inglaterra – campeã em 1966 – se enfrentam e devem fazer uma partida sem muitas divididas, justamente para evitar contusões de última hora.

À noite, sempre pelo horário de Brasília, outros dois campeões do mundo recebem adversários que não estarão no Brasil.

Às 19h30, em La Plata, a Argentina pega a fraquíssima seleção de Trinidad e Tobago, no primeiro jogo depois que o técnico Alejandro Sabella divulgou a lista dos 23 atletas argentinos que representarão o país.

A última seleção campeã do mundo a entrar em campo será a uruguaia. Às 20h30, em Montevidéu, a Celeste enfrenta a Eslovênia, no Estádio Centenário.

Chile e Irlanda, em Valparaíso, às 21h, e Camarões ante El Salvador, às 22h, em Illinois, nos Estados Unidos, fecham o dia de amistosos.

Terça-feira. Nessa segunda, Suíça e Peru, que não conseguiu vaga na Copa, se enfrentaram em Lucerna, e a seleção da casa venceu por 2 a 0. O detalhe curioso ficou por conta da Brazuca, a bola da Copa, que furou no início do jogo.

Ainda nessa terça-feira à noite, quatro seleções que estarão no Brasil – Grécia x Nigéria e México x Bósnia – jogariam, mas as partidas não haviam começado até o fechamento desta edição.

Corte em Honduras

Honduras virá desfalcada ao Brasil para a Copa do Mundo. O volante Arnold Peralta, 25, jogador do Rangers, da Escócia, foi cortado do grupo de 23 jogadores pelo técnico Luis Fernando Suárez. Ele não se recuperou de lesões musculares que o acompanhavam nos últimos dias. Apesar de ser meia defensivo de origem, o jogador fará falta como lateral-direito, posição que vinha desempenhando na seleção. O corte dele não chega a ser uma surpresa. El Pitbull, como Peralta é conhecido, já tinha ficado fora da derrota de 4 a 2 para Israel em amistoso disputado no último domingo. Edder Delgado será o substituto do atleta cortado.

Platini rebate jornal

Apontado pelo jornal inglês “Daily Telegraph” como um dos envolvidos no esquema de suborno criado pelo ex-diretor catari Mohamed bin Hammam, o presidente da Uefa, Michel Platini, divulgou um comunicado nessa segunda para negar sua relação com o caso. O ex-craque francês afirmou que é natural que tenha se encontrado com o ex-membro do Comitê Executivo da Fifa na época da eleição do Catar como sede da Copa de 2022, uma vez que também fazia parte dele. “Não fico mais surpreso com esses rumores infundados que tentam sujar minha imagem em um importante momento para o futuro do futebol. Nada me surpreende!”

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave