Tecnologia da UFMG barra proliferação do mosquito

Dispositivo também mata larvas recém-nascidas; sigiloso, produto está em fase de patenteação

iG Minas Gerais | da redação |

Mecanismo mata larvas por asfixia ou por falta de alimentação
prefeitura de bh/divulgação - 2.1.2014
Mecanismo mata larvas por asfixia ou por falta de alimentação

Pesquisadores da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) desenvolveram um dispositivo que impede a eclosão dos ovos do mosquito Aedes aegypti e mata as larvas recém-nascidas. Trata-se de um tijolo de concreto autoclavado e tratado quimicamente que, como tem densidade menor que a da água, flutua.

Após estudar a proliferação do inseto, o grupo verificou que, após a ovulação, os ovos eclodem e formam larvas. Já estas, ao encontrarem água limpa, material orgânico e oxigênio, se desenvolvem em pupas, que se transformam em um mosquito em um intervalo de seis a 12 horas. “Nossa intenção era trabalhar um processo ambientalmente correto e que contribuísse com métodos disponíveis para combater a dengue”, conta o coordenador da pesquisa, o professor Jadson Belchior, do Departamento de Química do Instituto de Ciências Exatas (Icex) da UFMG.

A proposta foi criar um mecanismo que não deixasse a larva eclodir ou não permitisse o desenvolvimento das já formadas, matando-as por asfixia ou por fome.

Integrante da equipe de pesquisadores, o professor Luiz Carlos Alves de Oliveira explica que, depois de receber tratamento químico, o tijolo reage na água por meio de um processo fotocatalítico – que necessita de radiação solar. No momento em que ocorre a combinação de água, luz e tablete, um produto – em sigilo de patente – é liberado, evitando a proliferação.

Saiba mais

Equipe. Iniciada há um ano e meio, a pesquisa envolveu, além do coordenador, o professor Luiz Carlos Alves de Oliveira, dois doutorandos, um pós-doutorando e uma aluna de graduação.

Utilização. A tecnologia pode ser usada em qualquer lugar onde houver a possibilidade de acúmulo de água, como vasos de plantas, calhas e caixas d’água.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave