Marin diz ter receio que algum jogador se machuque

Presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) esteve no Serra Dourada no amistoso do Brasil diante do Panamá na tarde desta terça-feira

iG Minas Gerais | BERNARDO ITRI, MARCEL RIZZO E SÉRGIO RANGEL/FOLHA PRESS |

Marin espera o triunfo do Brasil atuando em seus domínios
Paulo Mumia/VIPCOMM
Marin espera o triunfo do Brasil atuando em seus domínios

O tempo que o presidente da CBF, José Maria Marin, ficou no Serra Dourada, nesta terça-feira (3), foi agitado. O cartola, que levou a partida amistosa contra o Panamá para Goiânia em um ato político, fez uma homenagem ao governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB).

Marin entregou uma medalha a Perillo. Trata-se de uma comenda, chamada de João Havelange, em referência ao ex-presidente da Fifa. Depois de entregar a medalha, Marin foi tietado. A cantora Roberta Miranda, vestida com uma camisa da seleção brasileira, fez até uma "selfie" com o presidente da CBF.  

Sorridente o tempo todo, o cartola afirmou temer que algum jogador se contunda até a Copa. "Estou preocupado com que ninguém se machuque. Essa é a minha única preocupação", disse Marin, na tribuna de honra do estádio goiano.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave