Hulk diz que panamenho confundiu seu apelido com som de macaco

No meio da partida, atacante da seleção brasileira teve que explicar a jogador do Panamá que não se tratava de racismo

iG Minas Gerais | FOLHA PRESS |

VIPCOMM/DIVULGAÇÃO
undefined

Após o amistoso do Brasil diante do Panamá, na tarde de hoje, o atacante Hulk afirmou que, quando os torcedores gritaram o seu apelido, um dos jogadores da seleção panamenha pensou que eles estivessem imitando macacos durante a goleada do Brasil por 4 a 0.

Mas, depois de uma rápida conversa em campo entre os atletas, a situação foi esclarecida. "O panamenho entendeu errado. A torcida gritou 'Hulk, Hulk, Hulk' e ele entendeu que estavam imitando macaco, que era racismo. Então, expliquei que não era nada disso, que aqui não tem dessas coisas", disse o atleta brasileiro.

 

 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave