Avô de atacante da Itália cortado não torcerá pela equipe na Copa

A polêmica decisão de cortar o atacante Rossi do grupo de jogadores italianos que disputarão o Mundial continua gerando críticas

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Rossi contesta seu corte e se diz em plena forma e recuperado de lesão
Giuseppe Rossi Oficial/reprodução
Rossi contesta seu corte e se diz em plena forma e recuperado de lesão

O polêmico corte de Giuseppe Rossi da lista final da seleção da Itália para a disputa da Copa do Mundo no Brasil continua gerando insatisfações entre vários torcedores italianos e, agora, até o avô do jogador resolver dar sua bronca.

Revoltado com a situação do neto, Bruno Petrocelli, disparou contra o técnico da seleção italiana. "Há dois dias, Prandelli era só elogios e, 48 horas depois, mudou de ideia. Ele cometeu a maior hipocrisia de sua carreira, traiu Rossi. Ele (Prandelli) não é ninguém para julgar o meu filho. Não tem o que dizer. Sei que meu neto está em forma e pode provar isso", desabafou em entrevista a uma rádio italiana.  

O descontentamento de Petrocelli é tamanho, que ele até desistiu de torcer pela Itália na Copa do Mundo. "Não vou torcer pela seleção italiana, onde há vários traidores da nação", afirmou.

Rossi havia se recuperado de lesão, treinou normalmente com a seleção italiana por uma semana e até jogou o amistoso diante na Irlanda, no último sábado. O corte do jogador partiu dos médicos da delegação italiana em conjunto com o treinador. No entanto, Rossi contestou tal decisão."Todo mundo está dizendo que estou fora de forma: pergunte a qualquer um os resultados dos testes da semana passada e da partida. Você ficaria surpreso", escreveu no Twitter, o avante italiano.  

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave