Manifestantes fecharam entrada do Fórum em BH

Movimento reivindica definição da situação de funcionários concursados ainda não efetivados; oficiais judiciários teriam até o ano que vem para obter nomeação

iG Minas Gerais | BERNARDO ALMEIDA |

Cerca de 100 funcionários do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) fizeram um protesto em frente ao Fórum Lafayette, no início da tarde desta terça-feira (3).

Vestidos de preto e com alto falantes, eles fizeram um velório simbólico na entrada da avenida Augusto de Lima, no Barro Preto, região Centro-Sul de Belo Horizonte. Eles reclamam da situação de oficiais judiciários concursados do TJMG, que ainda não foram nomeados após aprovação em 2011. Eles estariam sendo designados de forma temporária e improvisada dentro do tribunal. O prazo para a efetivação no concurso vence em 2015.

O ato ocorre no dia em o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) vota, em Brasília, um pedido do TJMG. O CNJ havia estabelecido que o Tribunal de Justiça deveria alocar os concursados em definitivo, e o Tribunal de Justiça solicitou uma prorrogação da data limite em mais 18 meses.

Os servidores temem que, caso o pedido do TJMG se concretize, eles possam perder os cargos para os quais foram selecionados no concurso.  Eles alegam que cerca de mil funcionários estão nessa situação. Após o encerramento do ato em frente ao Fórum, por volta de 14h, alguns concursados foram em direção à praça da Assembleia Legislativa de Minas Gerais. 

Procurada pela reportagem de O TEMPO, o TJMG informou que ainda vai se posicionar sobre o assunto.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave