Chile recebe visita de presidente antes de vir para Copa

Michelle Bachelet compareceu ao centro de treinamento da equipe, que ficará hospedada na Toca da Raposa II

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Paredes havia sido corta da pré-lista chilena, mas ganhou nova chance
Reprodução
Paredes havia sido corta da pré-lista chilena, mas ganhou nova chance

A delegação do Chile recebeu a visita da presidente Michelle Bachelet nesta terça-feira, véspera da viagem da seleção ao Brasil para a disputa da Copa do Mundo. Em cerimônia realizada no centro de treinamento da equipe, em Santiago, Bachelet foi presenteada com uma camisa autografada pelos jogadores do time.

Em retribuição, a presidente exaltou a capacidade da seleção e desejou boa sorte à delegação. "O desafio é enorme porque, como sabemos, entramos num grupo difícil. Mas somos muito talentosos", declarou Bachelet, que já confirmou presença no Brasil durante o Mundial.

"Agora temos que mostrar dentro de campo que não importa se viemos de um país que fica localizado no fim do planeta, desde que tenhamos talento e coragem. E vocês todos já vêm demonstrando isso a todos", declarou a mandatária do Chile.

No complicado Grupo B, que conta com Espanha e Holanda, finalistas da última Copa, o Chile aposta nos talentos individuais, do meia Arturo Vidal, da Juventus, e do atacante Alexis Sanchez, do Barcelona. O time tem ainda os meias Valdivia, do Palmeiras, e Charles Aránguiz, do Internacional, e o lateral Mena, do Santos.

Bachelet é presença confirmada no jogo de estreia do Chile, contra a Austrália, no dia 13, na Arena Pantanal, em Cuiabá.