Médico crê em 'pequena chance' de Dedé participar da intertemporada

Camisa 26 se recupera de uma lesão no joelho e ainda não tem presença garantida nos compromissos na América do Norte

iG Minas Gerais | GUILHERME GUIMARÃES |

Zagueiro Dedé curtiu a folga nesta segunda-feira e agora volta o foco para os treinos
Divulgação/Cruzeiro
Zagueiro Dedé curtiu a folga nesta segunda-feira e agora volta o foco para os treinos

O zagueiro Dedé, na mira de clubes europeus, se recupera de uma lesão complicada na perna e não tem previsão oficial de voltar aos gramados. Com o ligamento posterior do joelho direito machucado, o jogador segue sob cuidados médicos na Toca II e não tem participação garantida na intertemporada que o clube estrelado fará nos Estados Unidos.

Apesar das previsões não serem muito positivas, o médico Sérgio Freire Júnior trabalha com a hipótese de o jogador participar pelo menos de algumas etapas do períoro de treinos na "Terra do Tio Sam".

“Ainda não podemos confirmar que o jogador estará presente na delegação que viajará aos Estados Unidos. No entanto, se o Dedé tiver condições, ele vai para trabalhar com bola, jogar os amistosos. Talvez, ele fique fora dos primeiros amistosos, mas pode ter condição de atuar por alguns minutos nas partidas finais. Estamos trabalhando para isso”, afirmou o médico ao Super FC.

Como se lesionou na quarta rodada do Campeonato Brasileiro, no jogo contra o Coritiba, Dedé precisaria de dois meses – ao menos – para se recuperar totalmente. Desse jeito, só teria condições de retornar aos gramados em julho.

"Uma vez que a lesão não demandou um procedimento cirúrgico, podemos afirmar que a recuperação do Dedé está muito boa, o jogador está se recuperando muito bem. Estamos otimistas e, como disse, realizando um trabalho especial para que o jogador participe do período de treinos nos Estados Unidos”, concluiu.

A delegação cruzeirense seguirá para a América do Norte no dia 17 de junho, e, por lá, os celestes enfrentarão equipes renomadas do futebol mundial: América (MEX), Tigres (MEX) e Chivas Guadalajara (MEX), além do Miami (EUA).

Antes de embarcarem para os Estados Unidos, os cruzeirenses curtirão mais 12 dias de descanso. Só depois é voltarão aos trabalhos.

Leia tudo sobre: medicocruzeiroraposadedeintertemporada