Sharapova sofre de novo, mas vira e vai à semifinal

Em Roland Garros, tenista russa irá pela quarta vez às semi no saibro em Paris

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Site oficial/Divulgação
undefined

Maria Sharapova sofreu novamente para vencer em Roland Garros. A exemplo de sua partida anterior, a musa russa começou muito mal o duelo contra a espanhola Garbiñe Muguruza, mas mostrou poder de reação e virou o placar contra a adversária, fechando o jogo com parciais de 1/6, 7/5 e 6/1.

O triunfo garantiu Sharapova nas semifinais pela quarta vez consecutiva no saibro de Paris. Em 2011, ela não foi além desta fase. Mas foi campeã no ano seguinte. E vice em 2013, ao ser derrotada por Serena Williams. Neste ano, a russa não terá mais a rival americana pela frente, eliminada justamente por Muguruza na segunda rodada.

Nesta terça, Sharapova repetiu o roteiro do seu último jogo, contra a australiana Samantha Stosur. Perdida em quadra no início, a russa abusou dos erros e foi completamente dominada pela rival espanhola. Muguruza faturou duas quebras de saque e abriu 4/0 no placar. Sharapova só conseguiu vencer um game de honra no set inicial.

Mesmo oscilando no saque, Sharapova começou melhor a segunda parcial e obteve a primeira quebra ao fazer 2/1. Muguruza, no entanto, não aliviou e empatou em 3/3. O set ficou equilibrado até que a russa faturou nova quebra e conseguiu empatar a partida, fazendo 7/5 no marcador.

Desta vez, a espanhola "sentiu" a recuperação da favorita e caiu de rendimento. Do outro lado, Sharapova enfim embalava na partida e esbanjava confiança. Para ajudar, Muguruza desperdiçava boas chances de quebrar o saque da rival. Garantindo seu serviço, Sharapova emplacou três quebras e encaminhou a suada vitória.

Em busca da terceira final seguida em Roland Garros, a tenista da Rússia terá pela frente outra revelação da temporada. Sua adversária será a canadense Eugenie Bouchard, outra musa em ascensão no circuito. Com apenas 20 anos, ela alcançou a semifinal de um Grand Slam pela segunda vez na carreira, ao derrotar a espanhola Carla Suárez Navarro também por 2 a 1, com parciais de 7/6 (7/4), 2/6 e 7/5.

Neste ano, a tenista do Canadá já havia surpreendido ao alcançar a mesma fase no Aberto da Austrália. Acabou eliminada pela chinesa Na Li, que viria a ficar com o título. Na semifinal em Paris, Bouchard enfrentará Sharapova pela terceira vez no circuito. A russa venceu as duas partidas anteriores, ambas em 2013.

Leia tudo sobre: sharapovatênisgarbiñe murguruzaroland garrosparissemifinal