Irmãos Boateng se dizem ansiosos por duelo na Copa

Kevin-Prince e Jerome defenderão, respectivamente, as seleções de Gana e Alemanha no Mundial

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Boateng se contundiu na goleada do Schalke sobre o Augsburg, por 3x1
Reprodução/Facebook
Boateng se contundiu na goleada do Schalke sobre o Augsburg, por 3x1

Quando o sorteio das chaves da Copa do Mundo desse ano colocou frente a frente Alemanha e Gana no Grupo G, Kevin-Prince e Jerome Boateng sabiam que viveriam um momento especial no Brasil. Irmãos, eles estarão em lados opostos e se enfrentarão no dia 21 de junho, no Castelão, pela segunda rodada da chave. E os dois não escondem a ansiedade por este acontecimento.

"Eu estou realmente ansioso para a partida e o fato de que ambos os irmãos Boateng estarão no mesmo campo", declarou Kevin-Prince, em entrevista ao site da Fifa. "Claro, é uma experiência especial enfrentar seu próprio irmão em uma Copa do Mundo e não será a primeira vez também. Sempre há muita animação cercando uma Copa do Mundo, mas este será um momento particularmente especial para nós", comentou Jerome, também para o site da entidade.

De fato, os dois irmãos já se enfrentaram na Copa do Mundo de 2010, na África do Sul, também na primeira fase. Na ocasião, a Alemanha, de Jerome, bateu Gana, de Kevin-Prince, por 1 a 0. Ambos nasceram em solo alemão, mas o meia-atacante optou por defender o time ganês, já que o pai nasceu no país africano. Eles são filhos de mães diferentes, mas cresceram juntos em Berlim.

"Eu nunca vou esquecer quando nós jogávamos juntos nos torneios ou quando nos tornamos campeões alemães juntos. E sempre que um de nós sofria falta, o outro já chegava correndo pronto para proteger", comentou Jerome Boateng, lembrando do início da carreira ao lado do irmão nas divisões de base do Hertha Berlin

O pai dos jogadores já avisou que não escolherá um lado para torcer quando os irmãos se enfrentarem. "No fim, não importa para os nossos pais quem vai vencer. O que conta para eles é dar nosso máximo, permanecer livres de lesões e poder olhar para nossos desempenhos com nada além de satisfação", afirmou Kevin-Prince.