Homem é decapitado pelo amante da companheira após sair de culto

Assassino confesso ficou revoltado ao saber que mulher tinha a intenção de voltar com o ex-marido; polícia investiga se ela teve alguma participação no crime

iG Minas Gerais | CAROLINA CAETANO |

Um triângulo amoroso em Corinto, na região Central do Estado, terminou em tragédia após um homem decapitar o marido da sua amante. O suspeito, que ficou irritado ao saber que a mulher estava retomando o relacionamento com a vítima, foi preso nessa segunda-feira (2) e confessou o crime.

De acordo com o tenente Jairo Elias de Souza, da Polícia Militar da cidade, Pantaleão Gomes, de 64 anos, foi assassinado na rua Maria Margarida Silva, no bairro Vila Marina, após sair de um culto no último domingo (1º).

“Segundo populares, durante o evento religioso, a vítima recebeu várias ligações no celular e, quando saía da igreja para atender o telefone, ficava muito exaltado. No entanto, não sabemos quem estava do outro lado da linha”, contou o militar.

Ao final da cerimônia, Gomes voltava sozinho de bicicleta para casa quando foi surpreendido por Valdenir Bezerra da Silva, de 55. Em posse de um facão, o suspeito atingiu o pescoço e no braço. Gomes morreu na hora.

Após o crime, o assassino confesso fugiu, mas foi localizado nessa segunda trabalhando em uma plantação de eucalipto na zona rural da cidade. O criminoso não resistiu à prisão.

“A atual companheira do suspeito já havia sido casada com o Panteão, mas, como se envolveu com Silva, ela se separou e foi morar com o homem. Porém, por motivo desconhecido, ela resolveu voltar para o primeiro marido e isso provocou uma crise de ciúmes em Silva”, contou o tenente.

Após a prisão do amante, a mulher de 36 anos também foi conduzida à delegacia pois existia a suspeita que, mesmo o marido a aceitando de volta depois da traição, ela poderia ter alguma participação no crime. O teor do depoimento dela não foi divulgado.

A Polícia Civil investiga o caso.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave