Presidente lidera apenas no Norte de Minas e Triângulo

Apesar de resultado, diferença para tucano é pequena

iG Minas Gerais | Carla Kreefft |

Sem influência. Eduardo Campos não consegue superar Aécio e Dilma em nenhuma região de Minas
GUGA MATOS
Sem influência. Eduardo Campos não consegue superar Aécio e Dilma em nenhuma região de Minas

O pré-candidato do PSDB à Presidência da República, o senador Aécio Neves, vence sua adversária mais próxima, a presidente Dilma Rousseff (PT), em quase todas as regiões de Minas Gerais. Somente em duas áreas do Estado a petista consegue superar o tucano. Já o candidato do PSB à Presidência, o ex- governador de Pernambuco Eduardo Campos, não consegue o primeiro lugar em nenhuma região mineira.

Aécio Neves consegue sua maior vantagem diante de Dilma Rousseff no Noroeste de Minas. Ele tem nessa área do Estado 66,7% das intenções de voto contra 14,3% da presidente Dilma Rousseff, que tenta a reeleição. Na região Central do Estado, a margem de frente de Aécio em relação a Dilma também é grande. Ele tem 59,1% da preferência do eleitorado. Já Dilma Rousseff registra no mesmo local 18,2% das intenções de voto. No Sul e Sudoeste de Minas, a situação não é diferente. O senador mineiro contabiliza 54,8% das intenções de voto contra 20,5% da presidente petista. O mesmo acontece na região Oeste. Nessas regiões em que Aécio Neves consegue superar em muito a sua rival, a economia é forte e as cidades registram índices sociais e econômicos mais satisfatórios do que o do Norte de Minas. É exatamente neste local que a presidente Dilma Rousseff obtém seu melhor resultado no Estado. A petista registra no Norte de Minas 44,8% da preferência do eleitorado. Já Aécio Neves contabiliza 39,7% das intenções de voto. Mas Dilma Rousseff também consegue ganhar do senador mineiro no Triângulo mineiro. Ela alcança 36% de adesão enquanto o rival consegue 34,6%. A diferença porém está dentro da margem de erro da pesquisa DataTempo, que é de 1, 98 ponto percentual. Nos Vale do Jequitinhonha, Mucuri e Rio Doce, Aécio Neves bate Dilma Rousseff, mas com uma diferença muito próxima da margem de erro, o que indica uma disputa apertada. Estratos. Em relação à faixa de renda, o pré-candidato tucano consegue superar a petista em todos os estratos e em proporções muito semelhantes. Ele obtém percentuais que vão de 41% a 52% enquanto Dilma Rousseff registra uma variação de 24,3% a 31,9%. Quanto à escolaridade, o tucano também tem bom desempenho, vencendo a petista em todos os estratos, exceto entre aqueles que estudaram até a quarta série do ensino fundamental. Neste quadro, Aécio tem 39,5%, e Dilma, 42%, diferença dentro da margem de erro. Foram realizadas 2.062 entrevistas em 110 cidades do Estado, de 23 a 27 de maio. Registro Dados. A pesquisa foi contratada pela Sempre Editora e realizada pela CP2 - Consultoria, Pesquisa e Planejamento Ltda. O registro na Justiça Eleitoral tem protocolo 60CC0609CE0. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave