Estrutura preparada para a ‘invasão’ dos hermanos

Argentinos, uruguaios e chilenos desembarcarão em terras mineiras nos próximos dias, e os quartéis-generais das três equipes já estão prontos para recebê-los da melhor maneira possível

iG Minas Gerais | Da redação |

Casa argentina. A Cidade do Galo receberá, a partir da semana que vem, os astros da seleção argentina. Lionel Messi, claro, será o centro das atenções durante os dias de treinamento do time bicampeão mundial e principal rival da seleção brasileira na história do futebol
Credito:Renato Cobucci/Imprensa-
Casa argentina. A Cidade do Galo receberá, a partir da semana que vem, os astros da seleção argentina. Lionel Messi, claro, será o centro das atenções durante os dias de treinamento do time bicampeão mundial e principal rival da seleção brasileira na história do futebol

Para os mais críticos, aqueles que andam afirmando que não vai ter Copa, um recado: terá sim. E é no clima do Mundial que o povo mineiro aguarda a chegada de três das grandes seleções: Argentina, Uruguai e Chile, que escolheram Minas Gerais como reduto em 2014.

Argentinos, uruguaios e chilenos desembarcarão em terras mineiras nos próximos dias, e os quartéis-generais das três equipes já estão prontos para recebê-los da melhor maneira possível.

Cidade do Galo, JN Resort/Arena do Jacaré, em Sete Lagoas, e Toca da Raposa II serão as casas dos sul-americanos durante a Copa do Mundo.

Para recepcionar bem os visitantes, cada Centro de Treinamento de Seleções (CTS) foi minuciosamente preparado, inclusive com reformas específicas segundo os padrões da Fifa e exigências de cada seleção.

A Cidade do Galo, CT do Atlético, abrigará Messi e outras feras. Por lá, os hermanos terão a tranquilidade de um lugar mais afastado no município de Vespasiano, relativamente perto do Mineirão e do aeroporto de Confins. Nos bastidores, fala-se que a boa relação entre “La Pulga” e Ronaldinho Gaúcho teria influenciado para que o combinado argentino se hospedasse no QG de propriedade alvinegra.

A Toca II receberá Alexis Sánchez, grande nome do Chile e do Barcelona. Por lá, os chilenos solicitaram várias modificações no hotel da concentração e também no próprio campo de treinamento. Tudo para evitar que espiões fiquem ligados nas estratégias do técnico Jorge Sampaoli, que chegou a ser cotado para treinar a Raposa.

No hotel-fazenda em Sete Lagoas, o trio Forlán, Suárez e Cavani, astros da seleção uruguaia, terá o sossego do interior e a Arena do Jacaré como palcos de sua preparação. O estádio foi casa dos grandes de Minas entre 2010 e 2012, quando o Mineirão e o Independência se preparavam para a Copa.

Cidade do Galo

O CT alvinegro se adequou para receber a seleção argentina. Nada de muito sofisticado, apenas alguns pontos que entram no padrão Fifa. Dentre eles, troca de móveis e roupas de cama, modernização de maquinaria e adequações por exigências, principalmente por questões de segurança, como a instalação de corrimões em escadarias do CT. Há um mês e meio, o gramado de um dos campos da Cidade do Galo vinha recebendo um tratamento especial. Há duas semanas, já era possível ver uma grama de inverno de qualidade. O auditório do hotel das categorias de base servirá de sala de imprensa para até 150 jornalistas, já que a habitual não comporta tal número.

Toca da Raposa II

A fim de receber a seleção chilena, a Toca da Raposa II passou por um pente-fino. O hotel do time profissional, inclusive, recebeu uma atenção detalhada. Cada quarto ganhou camas maiores e mais confortáveis e televisores de LED com imagem em alta definição. Além disso, o piso de cada espaço foi trocado. Na última semana, adesivos com o emblema da Associação Nacional de Futebol Profissional (ANFP), que é a entidade maior do esporte no Chile, já estavam fixados no hall principal do hotel da Toca II. Foi feito ainda um trabalho minucioso no gramado do campo 4. Para evitar espiões e curiosos, a ANFP mandou instalar placas de metal em cima dos muros do CT.

Arena do Jacaré/JN Resort

Sete Lagoas não ficará fora da Copa do Mundo. Enquanto o JN Resort funcionará como dormitório e refeitório à seleção uruguaia, o estádio Arena do Jacaré será o palco dos treinamentos da Celeste Olímpica para a disputa do torneio mundial. Casa de América, Atlético e Cruzeiro em 2010, 2011 e 2012, a Arena do Jacaré sofreu mudanças estruturais. A principal foi a diminuição das dimensões do gramado. O tapete verde foi reduzido de 110 m x 74m para 105 m x 68 m, por exigência da Fifa. O JN Resort preparou um espaço específico para descanso dos jogadores do Uruguai. Nesse local, eles poderão até usufruir do tradicional churrasco e da parrilla uruguaia.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave