Sem luz na abertura da Copa

Alguns bairros em BH e a área rural de Sabará vão ter energia interrompida no próximo dia 12

iG Minas Gerais | Juliana Gontijo |

Fechado. Carlos Rodrigo Lisboa, dono de uma academia, diz que a ideia era funcionar até as 16h
GUSTAVO BAXTER / O TEMPO
Fechado. Carlos Rodrigo Lisboa, dono de uma academia, diz que a ideia era funcionar até as 16h

O abastecimento de energia ficará suspenso por duas horas e meia nas ruas Luther King e Dr. Jarbas Vidal Gomes, ambas no bairro Cidade Nova, em Belo Horizonte, em pleno dia de abertura da Copa do Mundo, que vai ser no próximo dia 12. O motivo? Uma “manutenção programada” pela Cemig em sua rede.

Conforme informações da estatal, outras sete operações estão programadas e atingirão pequena parte dos bairros Nova Suíça, além de uma rua do Vale do Jatobá e a região rural de Sabará (Sobradinho), na região metropolitana de Belo Horizonte.

Durante o período da Copa, a Cemig trabalha com duas abordagens no que se refere à manutenção. Nos dias de jogos na capital, não serão realizadas manobras, como a empresa chama esses serviços, na região metropolitana de Belo Horizonte. E em qualquer dia de jogo do Brasil, só serão realizados procedimentos considerados de baixa complexidade, que podem atingir de duas a três ruas ou até metade de um bairro. Os serviços de melhoria da rede neste caso podem demorar até 13 horas.

A companhia informou que os clientes já foram informados do procedimento. Carlos Rodrigo Lisboa, sócio da academia Gaff Studio BH, foi um dos clientes informados da suspensão da energia no dia 12, na rua Luther King. “Me pegou de surpresa. E não foi só comigo. Tenho um cliente que mora na mesma rua da academia que também recebeu o e-mail”, diz.

A academia ficará sem energia – a princípio – das 9h às 11h30, segundo a Cemig. “No dia de abertura da Copa, a nossa ideia era funcionar até as 16h. Agora devo fechar, pois não vai compensar”, reclama. Durante a semana, o horário de funcionamento é das 7h às 22h.

Alunos ficam no prejuízo Na academia Gaff Studio BH, no bairro Cidade Nova, os clientes com atividades marcadas para o dia 12 de junho terão que remarcar. “Não tem como funcionar sem chuveiro quente, som e ventilador numa academia. Não devemos funcionar no dia”, diz o sócio da academia Carlos Rodrigo Lisboa. Para ele, o dia da abertura da Copa será um dia perdido de trabalho. “O comércio e as residências ficarão sem energia”, observa.

 

Queda

ONS. O nível dos reservatórios das hidrelétricas no subsistema Sudeste/Centro-Oeste – o principal do país – está em 37,42%, segundo o ONS. Desde a última sexta-feira, houve uma queda de 0,02%.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave