EUA dizem que irão trabalhar com novo governo palestino

Porta-voz americano disse que vão continuar a enviar ajuda aos palestinos, mas que os norte-americanos consideram o novo gabinete de "governo tecnocrático interino"

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

A porta-voz do Departamento de Estado norte-americano, Jen Psaki disse que os EUA tem a intenção de trabalhar com o novo governo palestino, apesar das preocupações de Israel.

Psaki também disse que o secretário de Estado dos EUA, John Kerry, ligou para o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, para transmitir a posição dos EUA, sem oferecer mais detalhes.

A porta-voz disse que os EUA vão continuar a enviar ajuda aos palestinos, mas que os norte-americanos consideram o novo gabinete de "governo tecnocrático interino".

Mais cedo, o presidente palestino Mahmoud Abbas empossou um novo governo de unidade, o que representa um importante passo na direção de encerrar a divisão territorial e política com o grupo rival Hamas.

A formação de um governo de unidade é o passo mais significativo na direção do fim da divisão política que enfraqueceu a questão palestina para a formação de um Estado palestino na Cisjordânia, Gaza e Jerusalém Oriental, territórios ocupados por Israel em 1967.

Apesar do otimismo do lado palestino, o novo gabinete enfrenta muitas dificuldades. Disputas importantes, incluindo sobre como combinar as forças de segurança rivais na Cisjordânia e em Gaza, não foram resolvidas.

A dependência palestina da ajuda externa só vai aumentar porque o novo governo será ainda mais caro de manter. Agora, Abbas terá de incorporar um total de cerca de 200 mil funcionários da administração rival. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave