Noiva entra na igreja com filha de um mês presa ao vestido

Americana declarou que bebê estava protegida por Cristo; ela também disse que a menina não correu risco, apesar de ter sido arrastada no chão da igreja até chegar ao altar

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Bebê foi arrastada no chão da igreja até chegar ao altar
FACEBOOK / REPRODUÇÃO
Bebê foi arrastada no chão da igreja até chegar ao altar

Lá vem a noiva… toda de branco… e com a filha recém-nascida presa à cauda do vestido. Absurdo? O caso aconteceu no Tennessee, nos EUA: Shona Carter-Brooks prendeu Aubrey, a filha de apenas um mês, à roupa de casamento e a arrastou pelo chão da igreja até o altar. A atitude causou revolta e a noiva recebeu ameaças de denúncia às autoridades de defesa dos direitos das crianças. Em sua defesa, a mãe alegou que a filha estava "acordada e muito segura", além de "coberta por Cristo".

A exótica forma de entrar na igreja, no casamento entre Shona Carter-Brooks e Johnathan Brooks, foi vista em Ripley no mês passado e só agora as fotos da bizarrice se espalharam. Segundo o jornal "Daily Mail", o vestido é da linha White by Vera Wang, a mais popular estilista de vestidos de noiva daquele país. A roupa teria custado entre R$ 800 e R$ 2.800 e foi adaptada para poder prender a garotinha.

No Facebook e em entrevistas, Shona afirmou que não se arrepende do que fez. Segundo ela, as pessoas questionaram e criticaram o casal, mas ela afirma que a crença dos dois é maior sobre estarem cobertos “pelo sangue daquele que nunca perde seu poder”. Além disso, ela declarou que eles fizeram o que queriam e que “enquanto Jesus estiver ao nosso lado tudo vai funcionar bem e continuar bem."  

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave