Corpo de Bombeiros fará nova vistoria no Itaquerão

COL garante que setor não está inacabado e diz que só não foi avaliada ainda porque passava por testes na última semana

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Instagram/Corinthians
undefined

Item polêmico e essencial para a abertura da Copa do Mundo, a arquibancada provisória do setor Norte do Itaquerão passará por uma vistoria do Corpo de Bombeiros na manhã desta quarta-feira, segundo informou o Comitê Organizador Local (COL) do Mundial.

Após essa vistoria, o setor provisório Norte deve ser liberado e estará pronto para a Copa do Mundo. Este foi o único setor do estádio que não foi testado até agora. Na partida deste domingo entre Corinthians e Botafogo, pelo Campeonato Brasileiro, ele ficou fechado. Para o COL, no entanto, a falta de teste real, com máxima capacidade de público, não é problema.

"A arquibancada provisória norte não corre risco de não ficar pronta para a Copa do Mundo. Ela só não foi avaliada hoje (domingo) porque passava pelo teste de dinâmica e carga de resistência no momento da vistoria da arquibancada temporária do setor Sul (semana passada)", afirmou Raquel Verdenacci, coordenadora do Comitê Paulista do Mundial.

"A vistoria do Corpo de Bombeiros está agendada para quarta-feira pela manhã, para checagem de todos os elementos de segurança, de combate de incêndio e de emissão do laudo e alvará de liberação", disse Raquel, em entrevista coletiva após a partida.

O setor Sul foi testado no jogo de domingo. Seu uso, no entanto, foi parcial. Recebeu apenas 5 mil pessoas, quando sua capacidade real é de 9.800 pessoas. Os dois setores provisórios, Norte e Sul, juntos têm capacidade para receber cerca de 20 mil pessoas, ampliando a capacidade geral do estádio para 68 mil lugares.

A abertura da Copa acontece no dia 12 de junho, no jogo entre Brasil e Croácia. Como se viu no jogo teste deste domingo, além das arquibancadas provisórias há muito trabalho para deixar o Itaquerão pronto para o Mundial.  

Leia tudo sobre: corpo de bombeirosvistoriaitaquerão