Gastos com atendimento e prevenção caem em MG

iG Minas Gerais |

Na contramão dos índices de violência doméstica, que permanecem em alta, os investimentos do governo federal em ações voltadas para mulheres tiveram queda de 63% em Minas Gerais no ano passado, em comparação com 2012. A Secretaria Nacional de Políticas para as Mulheres (SPM) enviou R$ 1,7 milhão para o Estado (governo, prefeituras e entidades sem fins lucrativos) em 2013, contra R$ 4,6 milhões no período anterior. Em 2011, o repasse também foi maior: R$ 2,8 milhões.

Segundo a SPM, o recurso só é destinado quando os órgãos enviam projetos de ação. Nos outros Estados do Sudeste, os repasses de 2013 foram maiores que o de Minas e tiveram aumento em comparação com 2012. No ano passado, a secretaria diz que repassou para todos os Estados do país R$ 54,4 milhões, contra R$ 52,5 milhões em 2012.

Em nota, o governo de Minas informou que não houve queda de investimento. “A adoção e o fortalecimento dessas políticas públicas estão entre as prioridades administrativas nas áreas de desenvolvimento social, saúde e segurança pública”, declarou. A nota cita ações promovidas na área, como a resolução 7.501, de 2013, que estabeleceu a criação de delegacias especializadas de atendimento à mulher – atualmente, são 64 no Estado –, a criação do Disque Direitos Humanos (0800-031-11-19), que recebe todo tipo de denúncia, e o projeto “Maria da Penha vai às escolas”, lançado em 2012.

DIVISÃO. Do total de R$ 1,7 milhão enviado para os diversos órgãos do Estado em 2013, R$ 1,6 milhão foram para Políticas de Autonomia das Mulheres, e R$ 177,2 mil para Promoção de Políticas de Igualdade e Direitos da Mulher.

Os órgãos federais, estaduais e municipais que realizam atendimentos de saúde, polícia e Justiça informaram não ter dados segmentados para divulgar. (LC)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave