Mais da metade recebe um salário

iG Minas Gerais |

A diretora do Sindicato dos Trabalhadores da Seguridade Social, Saúde, Previdência, Trabalho e Assistência Social (Sintisprev-MG), Maria Helena da Silva, afirma que o governo deveria implantar regras mais rigorosas para proteger os aposentados do endividamento. “Eles são alvos vulneráveis. Ganham pouco e recebem ofertas de crédito fácil. No interior, é comum as financeiras montarem suas unidades já na porta das agências e tem muito anúncio em rádio. Os agentes financeiros ficam distribuindo panfletos e tentando convencer os idosos a se endividarem”, critica Maria Helena.

Segundo dados atualizados em março pelo INSS, 56% dos beneficiários que pegam empréstimo consignado com desconto na folha de pagamento recebem só um salário mínimo. “São pessoas humildes e alvo fácil. Na própria página na internet do Ministério da Previdência tem alerta para os aposentados não caírem em golpes. Mas, ao invés do alerta, o governo deveria oferecer proteção”, diz Helena. (QA)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave