Morre aos 91 anos baronesa Mary Soames, filha mais nova de Churchill

Mary trabalhou como voluntária para a Cruz Vermelha e o Serviço de Mulheres Voluntárias, entre 1939 e 1941, durante a Segunda Guerra Mundial

iG Minas Gerais | Da redação |

Churchill e Mary Soames caminhando lado a lado em 1945
Divulgação
Churchill e Mary Soames caminhando lado a lado em 1945

A britânica Mary Soames, a filha mais jovem do ex-primeiro-ministro Winston Churchill (1874-1965), morreu neste sábado (31), aos 91 anos, segundo informou a família.

A baronesa morreu em sua casa, cercada por familiares, depois de uma breve doença. Ela era a mais jovem dos cinco filhos de Churchill.

Mary trabalhou como voluntária para a Cruz Vermelha e o Serviço de Mulheres Voluntárias, entre 1939 e 1941, durante a Segunda Guerra Mundial (19369-1945).

Winston Churchill morreu aos 90 anos em 1965. Foi o primeiro premiê britânico em tempos de guerra, entre 1940 e 1945, e de novo em tempos de paz, entre 1951 e 1955.

Mary também acompanhou seu pai em várias de suas viagens ao exterior, incluindo a Conferência de Postdam, de 1945, em que os aliados dividiram a Alemanha e a Polônia do pós-guerra.

Ela escreveu uma aclamada biografia de sua mãe, Clementine Churchill, em 1979. Ela era viúva do político conservador, o barão Christopher Soames, com quem teve cinco filhos.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave