Dante celebra chance na seleção: 'Estou aqui para isso'

Zagueiro do Bayern de Munique atuará ao lado de David Luiz no amistoso com o Panamá, em Goiânia

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Dante deseja corrigir as falhas mostradas no treino deste domingo na Granja Comary
Alexandre Loureiro/Vipcomm
Dante deseja corrigir as falhas mostradas no treino deste domingo na Granja Comary

Dante terá, nesta terça-feira, a rara oportunidade de ser titular em um amistoso da seleção brasileira, que costuma ter a sua dupla de zaga formada pelos titulares absolutos Thiago Silva e David Luiz. Afinal, ele foi o escolhido para substituir o capitão da equipe, Thiago Silva, que será poupado do duelo contra o Panamá, no Estádio Serra Dourada. O jogador do Bayern de Munique celebrou a oportunidade de entrar em campo às vésperas da Copa do Mundo e garantiu estar pronto para ocupar a vaga do titular.

Nesta semana, na Granja Comary, em Teresópolis (RJ), Dante atuou ao lado de David Luiz nos dois coletivos comandados pelo técnico Luiz Felipe Scolari e garantiu que a falta de entrosamento não será um problema.

"Nós estamos sempre conversando para melhorar posicionamento. Ele é destro, eu sou canhoto, então a coisa fica mais fácil. Claro que substituir o Thiago é uma grande responsabilidade, mas é por isso que estamos aqui. Sabemos que ele tem grande qualidade, mas estou aqui para trabalhar e mostrar o meu valor", disse Dante, neste sábado, durante entrevista coletiva.

O zagueiro do Bayern, porém, sabe que será reserva da seleção brasileira na Copa do Mundo. E o jogador fez elogios a David Luiz e Thiago Silva, que foram envolvidos em algumas das transações mais caras de zagueiros no futebol mundial, mas prometeu corresponder aos pedidos de Felipão caso seja acionado durante o Mundial.

"Independente do valor, o importante é a qualidade deles, que é enorme. Estão entre os cinco melhores zagueiros do mundo. Cabe a mim trabalhar. Eles fizeram por onde e merecem a titularidade. Sempre foram bem na seleção. Meu foco é treinar bem e quando o treinador precisar, estar apto e preparado", disse.

Hoje com 30 anos, Dante deixou o futebol brasileiro em 2004, quando trocou o Juventude pelo francês Lille, como um desconhecido no cenário nacional. Desde então, foi crescendo no futebol europeu, até chegar ao Bayern de Munique, clube pelo qual já conquistou vários títulos. Agora, ele está prestes a participar de uma Copa do Mundo pelo Brasil.

Seu destino, porém, poderia ter sido diferente, pois ele recebeu um convite para se naturalizar e defender a seleção belga. "Em 2009, tive convite para jogar na seleção deles, conversei com o treinador de Bélgica, mas nunca tive vontade de jogar por outro país. O coração bateu forte e foi melhor seguir com meu sonho e não acabar com ele prematuramente", comentou.

Com o sonho realizado de defender a seleção brasileira, Dante acredita que a sua concentração e seriedade são os responsáveis pelo seu sucesso. "Em cada segundo, minuto, treino ou mesmo no bobinho, eu tenho 100% de concentração. Em cada gesto, estou sendo avaliado. Isso tomou conta de mim. Tenho esse foco, de que a oportunidade será a última", concluiu Dante, que agora recebeu a chance de jogar pelo Brasil o amistoso de terça-feira com o Panamá.

Leia tudo sobre: danteselecaoCopa do Mundobrasil