Homem morre ao ter parte do corpo carbonizado em Uberlândia

Conforme informações da Polícia Militar, técnicos da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) declararam que vítima estava tentando realizar um "gato" - instalação de energia ilegal - na chácara em que morava

iG Minas Gerais | CAMILA KIFER |

Um homem de 38 anos morreu nesse sábado (31) em Uberlândia, no Triângulo Mineiro, após ter parte do corpo carbonizado durante uma descarga elétrica de mais de 13 mil volts. De acordo com informações do Centro de Operações da Polícia Militar (Copom), técnicos da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) relatou aos militares que a vítima estaria realizando um “gato” - instalação de energia ilegal - na chácara em que morava.

O acidente aconteceu, por volta de 9h, em uma área rural próximo à comunidade de Olhos D’Água, às margens da BR-365. A vítima estaria em uma escada e tentava realizar um procedimento na rede, conforme informações da PM. Mas, durante o processo o homem, que ainda não teve o nome revelado foi surpreendido pela descarga elétrica e teve parte do corpo carbonizado.

O acidente aconteceu durante a manhã, porém, a polícia só foi acionada às 15h. Uma equipe da Cemig também esteve no local e realizou os reparos na rede.

Segundo o tenente Menezes do Copom, o Corpo de Bombeiros foi acionado por familiares do homem, mas ele morreu na chegada do socorro.

Muito abalados, familiares não conseguiram relatar a polícia qual o procedimento que a vítima estava tentando fazer na rede elétrica. Uma pericia da Polícia Civil foi realizada no local. O resultado deve sair em até 30 dias. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave