Grupo da Cultura Racional faz caravanas por bairros de BH

Prometendo “a verdade das verdades”, movimento conquistou Tim Maia nos anos de 1970

iG Minas Gerais | pedro vaz perez |

Líderes. Estudiosos da cultura na capital, Saraiva, Teresinha e Oliveira recepcionam interessados
UARLEN VALERIO / O TEMPO
Líderes. Estudiosos da cultura na capital, Saraiva, Teresinha e Oliveira recepcionam interessados

Imortalizada no mítico álbum de Tim Maia, de 1975, a Cultura Racional – que promete esclarecer a “verdadeira origem da humanidade” – ainda hoje se mantém ativa nas principais cidades do país. Em Belo Horizonte, um grupo adepto do movimento se reúne todos os domingos, pela manhã, em caravana pelos bairros, para difundir os conhecimentos do livro “Universo em Desencanto – Imunização Racional”, que afirma oferecer a verdade das verdades, “de onde todos vieram e para onde todos vão, como vieram e como vão”.

No último domingo, o bairro escolhido pelo grupo foi o Santo André, na região Noroeste. Com trajes brancos, cerca de 300 pessoas de diversas idades e classes sociais caminharam por três horas, sob sol forte, atrás de uma bem-ensaiada banda de música, que executava hinos do grupo, marchas, dobrados militares, canções populares e músicas da fase “racional” de Tim Maia. À frente da caravana, participantes carregavam bandeiras de diferentes países, e crianças faziam coreografias com objetos de ginástica rítmica.

A paisagem inusitada, alegre e convidativa, fez descer de suas casas moradores e curiosos. Recepcionadas por estudiosos da cultura, as pessoas recebiam panfletos explicativos. “Nunca tinha visto isso. Achei legal e me lembrei da minha infância em Santo Antônio do Monte (no Centro-Oeste do Estado)”, comenta a empresária Natache Oliveira, 23, que passava pelo local.

Definição. “Não somos uma religião nem uma seita. Não temos templo nem pregações. Somos estudantes, e as bases de nossa cultura são a razão e a lógica. Os livros que nos orientam oferecem o conhecimento do início ao fim da humanidade e, diferente da fé, que respeitamos, são construídos com provas”, afirmou Teresinha Garcia, 49, coordenadora da caravana em Belo Horizonte. Segundo ela, a Cultura Racional busca união e igualdade entre os povos por meio de uma forte energia materializada nas letras dos livros. “Oferecemos o conhecimento abrangente, com paz, amor e fraternidade”, acrescenta.

A Cultura Racional atinge famílias inteiras, como as quatro gerações dos Coutinho, que participam semanalmente da caravana. A terapeuta homeopata Jussara Coutinho, 60, que estuda a cultura há 33 anos, sempre leva a mãe, Maria de Lourdes, 85, os filhos Ludmila, 35, e Wanderson, 22, e o neto Matteo, 3, às caravanas. “Quando eu tinha 17 anos, vi, perto de casa, um disco voador dourado, oval e com muitas luzes. Fiquei bastante impressionada e comecei a pesquisar sobre ufologia, mas nada me convenceu. Um dia, encontrei um panfleto da Cultura Racional na caixa de correio e pensei: será que agora encontrei a resposta? No oitavo livro, minha vida se iluminou”, garante.

A coordenadora Teresinha explica o caso. “Há muitos relatos de experiências nesse sentido. Somos extra-terrenos. Sabemos que nossos irmãos racionais se materializam aqui para ajudar a humanidade. Cada um tem sua experiência. O disco voador pode ser uma delas”, acredita.

Programação

Próximas caravanas da Cultura Racional em Belo Horizonte:

Hoje. Bairro Anchieta (Centro-Sul), às 8h30. Concentração na avenida Afonso Pena, em frente ao número 4.001.

8.6. Bairro Santo Antônio (Centro-Sul), às 8h30. Concentração na rua Marquês de Paranaguá, 444.

Copa. As caravanas semanais serão suspensas durante a Copa do Mundo.  

Agenda

Banda Racional. Líder do grupo, Paulo Cesar Gomes de Oliveira informa que o grupo se apresenta anualmente na Parada de 7 de Setembro da capital, nas finais da Copa Itatiaia e em outros jogos de futebol.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave