“Governo federal pode reassumir Anel”

iG Minas Gerais |

Não bastaram os ataques do PT e de suas principais lideranças do país ao governo de Minas durante encontro estadual do partido na noite de sexta-feira. Ontem, o presidente estadual da legenda, deputado Odair Cunha, também engrossou o tom e, em coletiva à imprensa, declarou que o governo federal estuda reassumir as obras no Anel Rodoviário anteriormente repassadas ao governo mineiro.

“O que o governo federal está estudando é reassumir o Anel, na medida em que o governo do Estado tem a disponibilidade de recursos para fazer, mas não faz a licitação”, disse Cunha. Eles não querem fazer a licitação de maneira rápida”, criticou.

Em 2012, Dilma desembarcou em Minas e assinou termo de compromisso prevendo a transferência da administração do anel para o Departamento de Estradas de Rodagem (DER), vinculado ao governo estadual. Desde aquele ano, a presidente tem repetido que a culpa pelo atraso é do Estado.

“O governo de Minas volta a informar que a obra do Anel Rodoviário sempre foi e continua sendo de responsabilidade do governo Federal. O governo mineiro se ofereceu para elaborar o projeto. Parte foi concluída e o restante em elaboração. No entanto, o DNIT até o momento não liberou o DER para fazer a licitação”, diz nota do governo de Minas. (IL)

Programa

Resolução. O PT aprovou, ontem, no segundo dia do encontro estadual do partido, as diretrizes para o programa de governo do pré-candidato ao governo de Minas, Fernando Pimentel.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave