Muito além do futebol

iG Minas Gerais |

undefined

Há quase um consenso de que Brasil (o mais cotado), Alemanha, Argentina e Espanha são os favoritos ao título mundial. Alguns incluem a Itália, pela tradição. Outros tiram a Espanha, o que não concordo, que estaria decadente, especialmente Xavi, símbolo de um estilo. O segundo grupo, com vários times próximos dos quatro favoritos, é maior que nas Copas anteriores, o que pode melhorar a qualidade da competição. Dessas seleções, a que mais gosto, pelos últimos jogos, é a França. Há um exagero nos elogios à Bélgica, uma boa equipe. Se o técnico Sabella, contra fortes seleções, marcar mais atrás, proteger mais os defensores e priorizar o contra-ataque, já que tem jogadores velozes e excepcionais para isso (Messi, Agüero, Di Maria e Higuaín), a Argentina ficará muito mais forte para o Mundial. Se Vicente del Bosque contar com Diego Costa em boas condições e aproveitar sua velocidade, força física e eficiência nas jogadas aéreas, em vez de tentar adaptá-lo à troca de passes da equipe, será difícil derrotar a Espanha. Se Joachim Löw tiver seus principais jogadores em boas condições, escalar Lahm de lateral, e não de volante, pois o reserva da lateral é muito fraco, e colocar o veterano centroavante Klose somente se estiver bem, e não porque pode bater o recorde de gols em Copas de Ronaldo, a Alemanha será também ainda melhor. Se Felipão usar muito bem os dois laterais no apoio, especialmente Marcelo, o mais habilidoso e criativo jogador ofensivo do Brasil depois de Neymar, e, ao mesmo tempo, não permitir que os adversários explorem os espaços nas costas dos dois laterais, o Brasil será ainda mais favorito. Daniel Alves e Marcelo, quando o time perde a bola, muitas vezes, se posicionam ao lado dos volantes, em vez do dos zagueiros. A única seleção que, se for vice, será tratada como um fracasso, uma tragédia, é a do Brasil. Não deveria ser assim. Futebol é um patrimônio nacional, mas há muitas outras coisas mais importantes que o futebol e a Copa. Esse é a mensagem das ruas.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave