A voz Celeste

iG Minas Gerais |

Mais uma vez, Uberlândia se torna a capital nacional do futebol. Quando acontece isso, todos já sabem que o maior de Minas chegou e mudam as cores do Triângulo Mineiro para azul e branco. Parabenizo a bela Uberlândia pelas recepções que tem proporcionado aos jogadores, comissão técnica e torcedores cruzeirenses que estão chegando de outras cidades. Depois da derrota inesperada para o Corinthians, é obrigação vencer o Flamengo. Virar a Copa do Mundo à frente na tabela de classificação é importante. Tenho certeza de que Marcelo Oliveira, com a parada para intertemporada, vai conseguir ajustar as poucas falhas do time. O Cruzeiro leva grande vantagem sobre os concorrentes ao título. O time está montado e muitos ainda tentam montar suas equipes. Um grande abraço para o amigo André Neguinho, de Vitória (ES), que está nos dando o prazer da visita. Sempre bem-vindo.

Avacoelhada

Time com campanha convincente, valores reduzidos dos ingressos e horários convenientes são alguns fatores que aumentam a presença do público nos estádios. O América precisa encontrar o ponto de equilíbrio no valor do bilhete para atrair mais torcedores e também sócios do Onda Verde. O Independência permite a setorização com preços diferenciados. A venda antecipada necessita ter postos mais bem localizados. Muitos torcedores reclamam da inexistência de locais no centro, na Savassi e em Contagem. O preço antecipado na Pitangui deveria ser R$ 20, e na data do jogo, R$ 30. Na Ismênia Tunis, valores populares a R$ 10 antes e R$ 20 no dia. Há ainda a parte superior e atrás do gol, locais que também podem ser usados com preços menores. Nos jogos do sub-20 no Lanna Drumond, a reclamação é sobre o não uso do campo com as cadeiras disponíveis.

A voz da Massa

Saudações alvinegras! O desmanche do elenco CAMpeão da Libertadores 2013 demorou a acontecer, mas agora parece que a diretoria e o técnico Levir Culpi vão pegar pesado para que, depois da Copa do Mundo, mudanças aconteçam no Galo. Mudanças que, aliás, já começaram. Nos últimos dias, primeiro saiu o atacante Fernandinho e, depois, soubemos que Richarlyson, já recuperado da lesão, está de saída. Também não devem ficar o volante Rosinei e o atacante Jô, o qual provavelmente reforçará o Borussia Dortmund, da Alemanha, após a Copa. Saídas devem acontecer, e que todos sigam bem o seu caminho. Mas, até agora, na era Levir, somente Maicosuel chegou. É necessário que as saídas desses jogadores sejam supridas por outros reforços qualificados, para que o Galo continue mantendo um elenco forte e competitivo. Estamos no aguardo, diretoria.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave