O caçulinha

iG Minas Gerais |

Rafael Ribeiro/CBF - 15.6.2013
undefined

“Estou doidinho, vesgo, para colocar o Bernard para jogar. Que alegria nas pernas tem o guri”. Essa foi a declaração do técnico Felipão, no ano passado, durante a Copa das Confederações, sobre o ex-jogador do Atlético. E ele colocou a alegria em campo e se encantou ainda mais com o futebol atrevido do menino criado nas categorias de base do clube mineiro. Aos 21 anos, Bernard é o mais novo e, com um 1,63 m de altura, o mais baixinho dos 23 convocados por Scolari para a Copa do Mundo.

Bernard Anício Caldeira Duarte é mineiro, da capital. Cresceu nas ruas do Barreiro. Mas foi no Atlético que o meia-atacante realmente atingiu o status de um grande jogador. O começo não foi nada fácil. Em entrevista exclusiva ao jornal, no mês passado, ele revelou as dificuldades que precisou enfrentar para chegar ao time profissional. “Fui mandado embora duas vezes, fiquei dois anos sem jogar uma partida valendo três pontos na base. Depois, fui emprestado ao Democrata, de Sete Lagoas, e tive que jogar um campeonato da Série C”, relembra o jogador. O TEMPO

Após a saga nas categorias de base, Bernard chegou ao profissional em 2011. E o baixinho jogou muito. Ajudou na campanha do vice do Campeonato Brasileiro do ano seguinte. No ano passado, foi fundamental na conquista do título da Copa Libertadores.

Em seguida, foi vendido ao Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, por R$ 77 milhões. A maior negociação da história do Atlético. O pequeno Bernard ocupa um grande espaço na memória e no coração dos atleticanos. Com a Copa do Mundo, espera conquistar também todo o Brasil.

 

Indefinição após a Copa Quase um ano depois de chegar ao Shakhtar, Bernard vive a incerteza se vai permanecer ou não clube ucraniano. Tudo por causa do clima tenso que o país enfrenta devido ao conflito com a Rússia, situação que chegou a causar a paralisação do campeonato local. Chegou-se a especular que ele voltaria ao Atlético, algo improvável neste momento. Boatos também colocavam o Flamengo na mira do meia-atacante. No entanto, outros grandes clubes do futebol mundial também já estariam de olho no selecionável. Lembrando que, no ano passado, o nome de Bernard foi apontado pelo Arsenal, da Inglaterra, e pelo Borussia Dortmund, da Alemanha, antes de o atacante deixar o Atlético.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave