Mecânica e cockpit sofisticados

iG Minas Gerais |

Nas três versões, o esportivo inglês oferece o sistema Dynamic-i, em que por meio da tela sensível ao toque, o condutor pode escolher entre acertos de suspensão, aceleração, relação de marchas e direção além de mostrar, em tempo real, a força G.

O modelo mais caro da gama, o R, teve suspensão calibrada e incorpora um diferencial ativo eletrônico de segunda geração. O sistema EAD redistribui automaticamente o torque entre as rodas traseiras para proporcionar um maior controle nas situações limite. Sempre que necessário, nas curvas, trabalha em paralelo com o controle de estabilidade, que aplica a força dos freios às rodas interiores para maximizar a agilidade.

A suspensão esportiva com sistema adaptativo e o modo dinâmico configurável aumentam ainda mais o potencial esportivo do F-Type R. Assim como anda muito, para rápido quando é preciso. Os freios de carbono-cerâmica com discos de 398 mm na frente e 380 mm na traseira, também podem equipar as versões R e S Coupé. Em termos de equipamento, a lista entre cupê e roadster é consistente também. A versão de entrada do F-Type está equipada com assentos esportivos em couro, acabamento em alumínio, borboletas para troca de marchas no volante e tela sensível e sistema de áudio com 12 alto-falantes.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave