Fifa colocará mais ingressos à venda na quarta-feira

Comercialização das entradas para jogos da Copa será 'bem limitada' e apenas pela internet

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Cerca de 77% das solicitações de bilhetes são de brasileiros, ou seja, mais de 3,4 milhões de entradas
Divulgação/Fifa
Cerca de 77% das solicitações de bilhetes são de brasileiros, ou seja, mais de 3,4 milhões de entradas

A Fifa confirmou na noite deste sábado que colocará mais ingressos à venda para a Copa do Mundo a partir de quarta-feira, ainda em horário indefinido e somente através da internet (no site oficial da entidade). Será disponibilizada para o torcedor "uma quantidade bem limitada" de entradas para todos os 64 jogos da competição, incluindo a abertura no Itaquerão e a final no Maracanã.

"Conforme prometido, estamos felizes de poder colocar à venda mais alguns ingressos e acreditamos que haverá uma grande procura. Portanto, com o objetivo de evitar a decepção de torcedores que venham a fazer fila nos Centros de Ingressos e para sermos justos com os fãs do mundo todo, decidimos disponibilizar as entradas apenas pela internet", explicou Thierry Weil, diretor de marketing da Fifa, que é o responsável na entidade pelas entradas da Copa do Mundo.

Antes disso, o torcedor pode comprar as entradas ainda disponíveis diretamente nos Centros de Ingressos, que estão localizados nas 12 cidades-sede da competição. Nesse caso, porém, são bilhetes que sobraram das outras fases de venda - não incluem, por exemplo, a abertura, a final e nenhum jogo da seleção brasileira (para esses, só a partir de quarta-feira, via internet).

Enquanto isso, a Fifa abre neste domingo novos pontos de coleta das entradas da Copa para aqueles torcedores que já fizeram a compra. Agora, além dos 12 Centros de Ingressos, são mais sete lugares disponíveis para a retirada dos bilhetes: os aeroportos de Belo Horizonte (Confins), Brasília, Fortaleza, Rio (Galeão e Santos Dumont), Salvador e Campinas (Viracopos).

Leia tudo sobre: Copa do Mundoseleçãobrasiljogosingressostorcidafifainternet