Giovanni falha no fim do jogo e Galo perde para o São Paulo

Atlético segurava bem o empate no Morumbi, mas goleiro aceitou chute defensável e o time mineiro encerrou primeira parte do Brasileiro com derrota

iG Minas Gerais | THIAGO PRATA |

SP - BRASILEIRÃO/SÃO PAULO X ATLÉTICO-MG - ESPORTES - O goleiro Giovanni, do Atlético Mineiro, durante partida contra o São Paulo, valida pela   9ª rodada do Campeonato Brasileiro, realizada neste sábado no estádio do Morumbi, em São   Paulo.   31/05/2014 - Foto: MARCELO MACHADO DE MELO/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO
ESTADÃO CONTEÚDO
SP - BRASILEIRÃO/SÃO PAULO X ATLÉTICO-MG - ESPORTES - O goleiro Giovanni, do Atlético Mineiro, durante partida contra o São Paulo, valida pela 9ª rodada do Campeonato Brasileiro, realizada neste sábado no estádio do Morumbi, em São Paulo. 31/05/2014 - Foto: MARCELO MACHADO DE MELO/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

O Atlético poderia ter deixado o Morumbi, nesta noite, com um empate heróico contra o São Paulo. Mas uma falha incrível do goleiro Giovanni no fim da partida foi um duro castigo ao Galo. O arqueiro, que salvou o alvinegro nas três partidas anteriores do time mineiro, levou um ‘frango’, em falta cobrada por Pabón. Luis Fabiano abriu o placar para o tricolor, enquanto Josué anotou o gol dos visitantes.

O jogo Os espaços cedidos pelo Galo ao tricolor e os erros de posicionamento dos jogadores alvinegros nos primeiros minutos de partida davam indícios de que não demoraria muito para o São Paulo abrir o placar. E não deu outra.

Em boa jogada pela esquerda, Osvaldo passou facilmente pelo volante Claudinei, improvisado na lateral direita, e cruzou na área para Luis Fabiano, que cabeceou, sozinho, para o fundo do gol.

Ficou evidente várias falhas num lance só, com Emerson Conceição e Edcarlos se preocupando mais em marcar a bola, ao invés de marcar o avante, e Giovanni parado, sem esboçar uma saída na pequena área.

O tento acordou o Galo. Na base da velocidade e na movimentação de Diego Tardelli, o Atlético levou perigo à meta de Rogério Ceni. Mas faltava capricho da equipe mineira nas finalizações.

Na melhor chance do alvinegro na etapa inicial, Pierre apareceu cara a cara com o goleiro tricolor, mas acabou batendo em cima de Ceni, perdendo uma oportunidade de ouro e mantendo a sina de nunca ter marcado gol pelo clube.

O segundo tempo começou com o Atlético ainda mais disposto dentro de campo. Tardelli continuava a mostrar vontade e técnica. O problema é que o restante da equipe não acompanhava o raciocínio do camisa 9 alvinegro.

Mas depois das substituições promovidas por Levir Culpi, o Galo alcançou o empate. Guilherme e Neto Berola deixaram o banco de reservas para construírem a jogada do gol alvinegro. Depois de receber o passe de Dátolo, Guilheme tocou para Berola na direita. O velocista mandou na área para Josué, livre de marcação, deixar tudo igual no placar.

No finalzinho, Pabón cobrou uma falta e Giovanni aceitou. O ‘frango’ do arqueiro custou o empate.

Leia tudo sobre: atleticogalosao paulomorumbiderrota