México vence Equador, mas sofre nova baixa para Copa

Meia Luis Montes acabou fraturando a tíbia e o perônio de sua perna direita e está fora do Mundial

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

undefined

Segundo rival do Brasil na Copa de 2014, o México venceu o Equador por 3 a 1, neste sábado, em Dallas, mas acabou amargando uma nova baixa de peso para a disputa da competição. Autor do primeiro gol deste amistoso realizado nos AT&T Stadium, nos Estados Unidos, o meia Luis Montes acabou fraturando a tíbia e o perônio de sua perna direita e está fora do Mundial.

Montes levou a pior em uma dividida com o equatoriano Segundo Castillo aos 35 minutos do primeiro tempo, poucos instantes depois de ter aberto o placar para os mexicanos. Jogador do Léon (MEX), ele era considerado titular da equipe comandada pelo técnico Miguel Herrera, que qualificou a fratura sofrida pelo seu jogador como "um golpe muito forte" para a sua seleção às vésperas da Copa.

Montes precisou ser levado a um hospital após se lesionar, sendo que a dividida na qual levou a pior foi tão forte que também acabou tirando Castillo do confronto. Antes de o meia se lesionar neste sábado, os mexicanos já haviam amargado o corte do volante Juan Carlos Medina, veterano de 30 anos que fazia parte do grupo de confiança de Miguel Herrera, com quem trabalhava no América-MEX. Ele perdeu a chance de atuar na Copa por causa de uma lesão no tornozelo direito, que pela sua gravidade exigiu a necessidade da realização de uma cirurgia.

Antes de se machucar, Montes fez o primeiro gol mexicano em lindo chute de fora da área, para o delírio do ótimo público de 84.876 pessoas que marcou presença no estádio do Dallas Cowboys no Texas. Depois disso, Marco Fabian, aos 24 minutos da etapa final, ampliou o placar em outra bela finalização de fora da área, antes de o goleiro Máximo Banguera fazer gol contra, aos 31, ao rebater com sua cabeça um chute que bateu no pé de sua trave esquerda. Pouco depois, aos 35, Valencia descontou o placar para o Equador em forte cobrança de falta da meia-lua.

O México ainda deixou o gramado em Dallas com outra preocupação neste sábado. O experiente zagueiro Rafa Márquez, capitão da equipe nacional, também saiu do jogo lesionado. Reclamando de dores no pé direito, ele foi levado a um hospital para ser submetidos a exames.

Integrante do Grupo A da Copa, o México irá estrear contra Camarões, em 13 de junho, na Arena das Dunas, em Natal, e quatro dias depois encara o Brasil, no Castelão, em Fortaleza, antes de fechar participação na primeira fase contra a Croácia, na Arena Pernambuco, no Recife, no dia 23.

Já o Equador, outra seleção que estará no Mundial, estreará contra a Suíça, em 15 de junho, no Mané Garrincha, em Brasília, pela primeira rodada do Grupo E. Na sequência, a equipe comandada por Reinaldo Rueda pega Honduras, no dia 20, na Arena da Baixada, em Curitiba. E a partida final da primeira fase será diante da França, dia 26, no Maracanã, no Rio.

Leia tudo sobre: Copa do Mundoluis montesmexicoamistosoequadorbaixavetadocortelesãofratura