Maicon celebra volta por cima e garante estar 100%

Depois de temporada 2012/2013 ruim no Manchester City, lateral-direito foi convocado pelo técnico Luiz Felipe Scolari

iG Minas Gerais | Agência Estado |

Maicon se lesionou na vitória da Roma por 2x0 sobre a Sampdoria, nesta quarta-feira
REPRODUÇÃO/ROMA
Maicon se lesionou na vitória da Roma por 2x0 sobre a Sampdoria, nesta quarta-feira

Titular da seleção brasileira na Copa de 2010, o lateral-direito Maicon passou por dificuldades até se garantir no Mundial deste ano. Afinal, o jogador teve uma temporada 2012/2013 para esquecer no Manchester City, pois poucas vezes entrou em campo. Mas deu a volta por cima em seguida, foi convocado pelo técnico Luiz Felipe Scolari e teve um ano de sucesso na Roma.

"Depois que a gente saiu da Copa de 2010, fiquei triste, é claro, por não ter vencido. Meu objetivo era seguir na seleção e joguei a Copa América com o Mano Menezes. Minha vida sempre foi assim, batalhando por espaço. A temporada passada foi difícil, com muitas lesões, isso me atrapalhou bastante. Mas esse ano foi totalmente diferente. Felipão me deu a chance quando fui para a Roma e agora fui recompensado", disse o lateral, em entrevista neste sábado na Granja Comary.

A temporada 2013/2014 do futebol europeu foi boa para Maicon, que foi titular da Roma. O lateral-direito ficou fora das duas últimas partidas do time no Campeonato Italiano, mas garantiu que isso não se deu por lesão, mas por um acordo com o técnico Rudi Garcia. Assim, ressaltou que está 100% para a disputa da Copa do Mundo.

"Estou bem. Depois da convocação, comecei a fazer treinos específicos. Meu técnico foi gente boa comigo, me deixou treinando em separado. Não joguei as duas últimas rodadas do Campeonato Italiano, mas foi por estar trabalhando para me apresentar nas melhores condições", afirmou.

Reserva da seleção brasileira, Maicon não perde a esperança de conquistar a vaga de titular, hoje ocupada por Daniel Alves, e tentará usar os treinamentos para convencer Felipão disso. "Procuramos dar o melhor no treino e quem ganha no final é a seleção. No final, quem for o escolhido, fará o melhor", comentou.

Ele destacou ainda que o atual grupo da seleção sabe da importância de conquistar seu sexto título mundial em uma Copa realizada no Brasil. "A oportunidade que a gente está tendo é maravilhosa. Podemos fazer história pela seleção", concluiu o lateral-direito.

Leia tudo sobre: maiconseleçãoconvocadopreparado