Zanetti confirma favoritismo e leva ouro em Portugal

Com nota 15.700 - contra 15.300 e 15.200 do segundo e terceiro lugares, respectivamente - o atleta garantiu o primeiro lugar no pódio

iG Minas Gerais | Agência Estado |

Divulgação
undefined

Atual campeão olímpico e mundial nas argolas, Arthur Zanetti confirmou o favoritismo em mais competição e conquistou a medalha de ouro na etapa de Anadia da Copa do Mundo de Ginástica Artística, neste sábado, em Portugal. Ele venceu a prova com nota 15.700, bem na frente dos demais finalistas: a prata foi para o norte-americano Alexander Naddour (15.300) e o bronze ficou com o finlandês Markku Vahtila (15.200).

Nas eliminatórias de quinta-feira, Zanetti tinha conseguido nota ainda maior, com 15.800. Na final deste sábado, ele não repetiu a performance, mas fez o suficiente para ganhar mais uma medalha de ouro para sua coleção.

"Fiz a mesma série da qualificatória e a prova foi boa. Mas, mais para o final da série, perdeu um pouco da qualidade porque eu fui ficando cansado. Acho que a nota da final foi um pouco pior por causa da minha saída. Não fiz uma boa chegada, dei um passo mediano. No geral, gostei sim e estou feliz por ter ficado em primeiro", comentou o ginasta brasileiro.

Antes da vitória na primeira etapa de Copa do Mundo que disputou no ano, Zanetti já tinha sido campeão nas outras três competições em que esteve em 2014: Troféu Brasil, Jogos Sul-Americanos e Meeting Internacional de Santos - neste último, inclusive, fez a melhor nota da sua carreira, com 16.000. Agora, seu próximo desafio é o Pan-Americano de Mississauga, em julho, no Canadá. E tudo isso serve como preparação para o Mundial, em outubro, na China.

Além do ouro de Zanetti nas argolas, o Brasil pode conquistar mais uma medalha em Anadia. Neste domingo, Francisco Barreto Júnior disputa a final da barra fixa, prova em que ele fez a quarta melhor nota nas eliminatórias.