Flamengo derrota Paulistano e é tricampeão do NBB

Diante de 15 mil torcedores na Arena da Barra, no Rio, time carioca se iguala ao Brasília como o maior campeão da história do NBB

iG Minas Gerais | Agência Estado |

José Neto conduziu o Flamengo à final do NBB logo em sua primeira temporada no clube
Demian Schleider / FIBA
José Neto conduziu o Flamengo à final do NBB logo em sua primeira temporada no clube

O Flamengo ganhou neste sábado o seu terceiro título do NBB, o campeonato nacional de basquete masculino. Numa final emocionante, diante de 15 mil torcedores na Arena da Barra, no Rio, o time carioca derrotou o Paulistano por 78 a 73 e manteve seu domínio na liga, repetindo a conquista da edição passada do torneio - os flamenguistas foram campeões também em 2009.

Agora, o Flamengo se iguala ao Brasília como o maior campeão da história do NBB. Desde que a liga foi criada, há seis anos, apenas essas duas equipes chegaram ao título. Enquanto a disputa terminou com vitória flamenguista em 2009, 2013 e 2014, o time do Distrito Federal ganhou três vezes seguidas, em 2010, 2011 e 2012. Para o Paulistano, foi a primeira final em que esteve presente.

Como conseguiu a melhor campanha ao longo da competição, o Flamengo teve a vantagem de disputar a final, em jogo único, dentro de casa. Assim, contou com o apoio da fanática torcida flamenguista, grande maioria na Arena da Barra. Diante disso, o time carioca começou a decisão em ritmo intenso, abrindo vantagem no placar. Aos poucos, porém, o Paulistano equilibrou as ações.

Assim, a final do NBB foi extremamente equilibrada, decidida apenas nos últimos segundos. Com vantagem de dois pontos no placar, o Flamengo desperdiçou uma bola de três com Marcelinho Machado, mas ficou com o rebote. Aí, faltando apenas 14 segundos para o final, o mesmo Marcelinho Machado sofreu falta e acertou dois lances livres, abrindo vantagem de quatro pontos.

O Paulistano ainda tentou uma cesta rápida de três pontos, para se manter vivo no jogo, mas errou. Aí, a bola sobrou na mão de Marcelinho Machado, que sofreu falta e acertou mais um lance livre, definindo o placar de 78 a 73, levando a torcida flamenguista ao delírio na Arena da Barra. O título estava novamente nas mãos do time carioca, sob o comando do técnico José Neto.

Na final, os destaques individuais do Flamengo foram o próprio Marcelinho Machado e o norte-americano Jerome Meyinsse, ambos com 16 pontos marcados - terminaram como os cestinhas do jogo. Do lado do Paulistano, o também norte-americano Holloway foi o melhor em quadra, com 15 pontos.

Leia tudo sobre: nbbflamengopaulistanobasquetejosé neto