Mutharika é declarado vencedor das eleições no Malawi

Peter Mutharika foi empossado neste sábado (31) e pediu que os outros 11 candidatos que participaram da eleição o ajudem a "reconstruir o país"

iG Minas Gerais | Da Redação |

A Comissão Eleitoral do Malawi declarou na noite dessa sexta-feira (30) que o oposicionista Peter Mutharika, líder do Partido Progressista Democrático, foi o vencedor das eleições presidenciais realizadas no último dia 20, com 36,4% dos votos. Ele venceu o também oposicionista Lazarus Chakwera, que conquistou 27,8% do eleitorado, e a atual presidente, Joyce Banda, que ficou em terceiro, com 20%.

Banda tentou anular a eleição, alegando irregularidades, e convocar um novo sufrágio, do qual prometeu não participar. Entretanto, a Justiça rejeitou o pedido. Ela assumiu o poder em 2012, após a morte de Bingu wa Mutharika, irmão de Peter.

O chefe da Comissão Eleitoral, Maxon Mbendera, lamentou a morte de um jovem em confrontos após a eleições no resort de Mangochi, no sul do país, e apelou para que os candidatos derrotados aceitem o resultado. Porém o grupo de Chakwera, chamado Partido do Congresso do Malawi, informou que vai contestar a decisão na Justiça. "Nós estamos decepcionados, pois essa não foi uma eleição credível", comentou a porta-voz Jessie Kabwila.

Peter Mutharika foi empossado neste sábado (31) e pediu que os outros 11 candidatos que participaram da eleição o ajudem a "reconstruir o país". Localizado no sudeste da África e com uma população de aproximadamente 14 milhões de habitantes, o Malawi é um dos países mais pobres do mundo e depende enormemente de ajuda externa.

Leia tudo sobre: eleições