Novo fundo já nasceria com R$ 5 bi

iG Minas Gerais |

Brasília. Na tentativa de estimular a venda de veículos novos, o governo negocia com um grupo de grandes bancos de varejo e de instituições financeiras ligadas a montadoras de automóveis a estruturação de um fundo de investimento em direitos creditórios (FIDC) no valor de R$ 5 bilhões. O objetivo é alavancar a concessão de crédito para dinamizar um mercado que tem encolhido nos últimos meses.  

A costura entre governo e setor financeiro prevê uso do novo fundo na compra de parte da carteira de crédito dos bancos de montadoras pelos bancos de varejo. Isso ajudaria a diversificar as fontes de recursos, reforçaria o capital de giro e reduziria taxas de juros na captação do dinheiro pelos bancos de montadoras. No fim, facilitaria o financiamento a juros mais baixos.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave