Brasileiros curtem companhia feminina

iG Minas Gerais | Natália Oliveira |

Acerto. O advogado Leonardo Amâncio e a estudante Stele Pereira negociaram e se acertaram: comemoração do Dia dos Namorados será adiantada.
MARIELA GUIMARAES / O TEMPO
Acerto. O advogado Leonardo Amâncio e a estudante Stele Pereira negociaram e se acertaram: comemoração do Dia dos Namorados será adiantada.

Os homens no Brasil curtem a ideia de compartilhar a emoção da bola com suas companheiras. Diferentemente do que acontece na Europa onde eles preferem assistir às partidas sem suas mulheres.

Pelo menos é isso que demonstrou uma recente pesquisa realizada pelo Instituto Survey Lab com homens de idades entre 25 e 40 anos. Ela mostrou, por exemplo, que 52% dos italianos preferem assistir às partidas sem suas mulheres ou namoradas. Já no Brasil, os rapazes estão a fim é de dividir o sofá com suas amadas para acompanhar os jogos.

O analista de TI Renan Lameu, 29, não vai adiar a comemoração da data, mas vai ver o jogo junto com a namorada, Ana Paula de Paiva, 27, e provavelmente na companhia de outros casais. “Não somos muitos fãs de futebol, mas é um Mundial”, ressaltou Ana.

Na contramão, alguns casais estão fugindo do evento. O designer Pablo Teixeira, 28, e a namorada, a psicóloga Andrea Matos, 32, vão comemorar bem longe do futebol, com uma viagem para o exterior. “Nós dois estamos de férias e já tínhamos planejado dar uma fugida do evento”, disse Pablo. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave