F-Type Coupé alia tecnologia, beleza e alta velocidade

Cupê da Jaguar é capaz de atingir 300 km/h, mas também entrega design arrebatador e interior muito sofisticado

iG Minas Gerais | Raimundo Couto |

Cupê inglês desembarca em três versões: F-Type (R$ 426,3 mil), F-Type S (R$ 497,7 mil) e F-Type R (R$662 mil)
Marcos Camargo/Jaguar/Divulgação
Cupê inglês desembarca em três versões: F-Type (R$ 426,3 mil), F-Type S (R$ 497,7 mil) e F-Type R (R$662 mil)

Mesmo tendo enfrentado dificuldades nos últimos anos, com as sucessivas mudanças em seu controle acionário, a Jaguar, lendária marca inglesa que já foi da Ford e hoje pertence à indiana Tata Motors, nunca perdeu o foco na qualidade e no perfil de seus produtos, que transpiram esportividade. Hoje, vivendo tempos de calmaria em seu comando, segue projetando um futuro que passa, inclusive, pelo Brasil, com os anunciados planos de erguer uma planta industrial em Itatiaia (RJ).

Mas enquanto essa história permanece no campo das probabilidades, haja vista a pouca confiança em investimentos futuros em um país que muda constantemente as regras do jogo econômico, a montadora, sediada no Reino Unido, mostra sua disposição de crescer nos principais mercados mundiais. Para isso, é necessário mostrar agilidade, como estão fazendo ao importar para o Brasil o F-Type Coupé, ainda uma novidade até mesmo na Europa, onde o modelo desperta curiosidade quando passa desfilando as belezas de suas linhas.

Assim como no Velho Continente, a gama chega por aqui completa. Começa no modelo V6 3.0 de 340 cavalos, passa pelo F-Type S V6 3.0 de 380 cv e vai até o foguete F-Type R V8 5.0 de 550 cv.

A expansão global da marca depende muito desse modelo, que já contava com uma versão conversível, lançada no Brasil há menos de um ano. Como concorrente direto, a Jaguar elegeu o Porsche 911, que se tornou o inimigo a ser batido. O emblemático esportivo alemão, lançado há meio século, vendeu em 2013 mais de 30 mil unidades em todo o mundo. E na disputa pela preferência do exigente e abonado potencial comprador de um carro nesse patamar de preço, é preciso que o produto tenha muitos predicados. Como é o caso do F-Type, que se destaca, também, pela maciça utilização de alumínio e na incorporação do teto para tornar o Jaguar mais resistente às torções de todos os tempos.

E, além de belo, é veloz: sai da imobilidade para atingir os 100 km/h em pouco mais de 4 s. A velocidade máxima é limitada eletronicamente em 300 km/h. Todos os motores da linha transmitem movimento às rodas traseiras por meio de uma caixa automática Quickshift de oito velocidades, que pode ser controlada de modo manual pelas “borboletas” no volante ou pela alavanca de câmbio no console central.

Linhas

Em termos estilísticos, o Jaguar F-Type Coupé herda o design do cupê esportivo conceitual C-X16, apresentado no Salão de Frankfurt de 2011. A frente, com a ampla grade ovalada, é idêntica à do conversível, assim como o capô avantajado. A carroceria é moldada a partir de uma peça única de alumínio prensado, uma das carrocerias mais extremas feitas com esse processo de prensa fria. Esse método elimina a necessidade de diversos painéis e de outras soluções cosméticas.

O teto está disponível em duas formas, completamente em alumínio ou com vidro panorâmico. O aerofólio traseiro automático está acomodado junto à linha da traseira e se ergue automaticamente a partir de 110 km/h e baixa quando a velocidade é reduzida para menos de 70 km/h. Há ainda o conjunto de lanternas de LED, que emolduram a tampa do porta-malas, que conta com uma capacidade para bagagem de 407 l.

De ponta

Nas três versões, o esportivo inglês oferece o sistema Dynamic-i em que por meio da tela sensível ao toque o condutor pode escolher entre acertos de suspensão, aceleração, relação de marchas, e direção além de mostrar, em tempo real, a força G.

O modelo mais caro da gama, o R, com bloco de cilindros, teve suspensão calibrada e incorpora um diferencial ativo eletrônico de segunda geração. O sistema EAD redistribui automaticamente o torque entre as rodas traseiras para proporcionar um maior controle nas situações limite. Sempre que necessário nas curvas, trabalha em paralelo com o controle de estabilidade que aplica a força dos freios às rodas interiores para maximizar a agilidade.

A suspensão esportiva com sistema adaptativo e o modo dinâmico configurável aumentam ainda mais o potencial esportivo do F-Type R. Assim como anda muito, para rápido quando é preciso. Os freios de carbono-cerâmica com discos de 398 mm na frente e 380 mm na traseira, também podem equipar as versões R e S Coupé. Em termos de equipamento, a lista entre cupê e roadster é consistente também. A versão de entrada do F-Type está equipada com assentos esportivos em couro, acabamento em alumínio no interior, borboletas para troca de marchas atrás do volante e tela sensível ao toque com sistema de áudio e navegação.

O jornalista viajou a convite da Jaguar

Leia tudo sobre: lançamentoJaguarF-Type Coupécupêesportivo