Segundo associação, região é terra sem lei

iG Minas Gerais | Aline Diniz / Luiza Muzzi |

Os assaltos no bairro São Pedro estão cada dia mais corriqueiros e acontecem a qualquer hora do dia e da noite, segundo a associação de moradores. “O bairro é um território sem lei. Como é uma região de passagem, com fácil acesso para a BR (356), isso aqui ficou uma loucura”, afirmou o presidente da entidade, Carlos Rocha. “O perigo é constante. A nossa impressão é que os assaltantes ficam vigiando os prédios, mapeando a vida das pessoas”.

 

Para o sociólogo Robson Sávio, o problema está difuso em toda a cidade e tem a ver com a certeza da impunidade. “São três fatores combinados: a vítima disponível, a certeza do êxito do infrator e a baixa vigilância. E o ingrediente que faz com que isso esteja tão frequente no Brasil é a quantidade de armas disponíveis”, disse.

A Polícia Militar informou que faz diariamente uma operação na avenida, entre as 17h e as 21h. “É o horário em que as pessoas saem do trabalho e das escolas, quando o volume de veículos aumenta”, explicou o major Fabiano Rocha.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave